Loading...
Loading...

Translate

Loading...

Pages

5 de abr de 2015

"MAINHA EU VOU SER GLOBAL''

HOJE ACORDEI LEGAL, EU VOU SER É GLOBAL



Hoje acordei decidido a mudar de vida, pois desde muito tempo vejo gloriosas Tv's dizerem o quanto é bom morar numa favela no Rio de Janeiro, nas famosas comunidades da cidade maravilhosa. 

Segundo essas não existem nada que desabone a qualidade de vida dos quem moram nas comunidades, elas são amparadas pelo nosso Estado e vivem em condições hollywoodianas vivendo diariamente como se estivessem no pais das maravilhas.

Na verdade vou deixar minha Cidade do Sol para ir morar na Cidade dos Sonhos, pois a TV do Plin Plin insiste em nos afirmar todos os dias que viver em uma comunidade, nas tradicionais favelas do RJ é a terceira maravilha do mundo e porque não dizer a primeira, ela nos convence do que não tem convencimento nos lançando no mundo encantado de Bob.

Então, cansei de viver nesse marasmo, eu vou mesmo é morar e me bronzear numa laje vou viver limitadamente pelo tráfico, porque a Tv do plinplin me disse que é chique ter um fuzil apontado para minha cabeça e um cidadão que se preza tem que começar o dia pagando pedágio a vagabundo. Me convenceu que viver sem um saneamento básico e sem o amparo do sistema longe da justiça é nobre, que viver ou melhor sobreviver vendo jovens morrerem abaixo da faixa dos dezessete anos é digno das melhores famílias.  Sim ela me convenceu que é chique morrermos sem antes mesmo entender porque nascemos. 

Hoje acordei decidido a ser artista nos filmes macabros da vida real do plin plin, decidi permanecer dormindo e assim tê-la como um dos melhores veículos de informação, é sim  e porque não?  


Vou participar e dar minha contribuição com minha     sensata estupidez no Big Brother e passar a ser um "Pop Star", um desses artistas oco sem miolo, vou ser sucesso, terei umas e outras vou morar numa deliciosa laje e ter as melhores gatas com os melhores bronzes do mundo, é verdade vou ser Global.

Meninas não me perturbem to indo para o Rio de Janeiro vou ser artista de cinema e ser um playboy de luxo morando e sobrevivendo num lixo imposto covardemente por quem não nos veem, tendo desdenhada minha existência padecendo em uma comunidade de pessoas boas, mas esquecidas pelo mundo, onde as Tv's dos pesadelos manipulam as informações  mostrando uma situação longe da realidade em que vivem milhares de famílias. 

Essas Tv's dos Plin Plin não estão nem aí e só filmam esse povo de um helicóptero.


Tenho dito,

Beto Nazário

17 de mar de 2015

ALIANÇA ASSESSORIA E NEGÓCIOS, UM SONHO QUE SE TORNOU PESADELO PARA SEUS COLABORADORES E FUNCIONÁRIOS

E AGORA QUEM IRÁ PAGAR NOSSOS SALÁRIOS E COMISSÕES?


A Aliança Assessoria e Negócios é uma Empresa no ramo de empréstimos consignados e é sediada na rua Princesa Isabel Centro de Natal. Também tem bases em vários Estados de nossa federação, chegou ao RN trazendo novidades e garantias a seus colaboradores e parceiros, com propostas de ganho bastante significativas que infelizmente teve um triste fim. 


Segundo seus funcionários, a empresa ALIANÇA não se manifestou em nada a respeito de seus salários, simplesmente ao chegarem na empresa foram dispensados de suas obrigações junto a mesma nada foi dito e deixou de pagar a mais de 18 funcionários em Natal-RN e 5OO A nível de Brasil. Deixando várias mães e pais de família a ver navios sem perspectiva alguma de receberem suas remunerações.

Notícias correm por todo Brasil onde a Aliança Assessoria e Negócios mantém base da Empresa, e como se ver nas manchetes dos jornais as notícias não são das melhores em relação a uma solução imediata sobre o assunto. 

Agora ficam as perguntas: 

Quem poderá ajudar a esses funcionários, uma vez que a Empresa pode chegar a decretar falência?

A quem recorrer, tendo em vista não ter recebido nenhuma garantia de pagamento da Empresa Aliança? 



O ministério do trabalho deve sim intervir e fazer a merecida justiça que esse caso requer e merece.

A verdade caros leitores, que são casos corriqueiros por todo Brasil e no final quem sempre perde são os trabalhadores, que saem de casa para sustentar seus familiares sem nenhuma garantia do Estado, uma vez que não existem nenhuma fiscalização dessas empresas que firmam negócios em nossa região e vão embora como se nada tivesse acontecido.


Tenho dito,


Beto Nazário



Fonte Diário de Caratinga - MG




16 de mar de 2015

MEUS HERÓIS MORRERAM DE OVERDOSE E MEUS INIMIGOS QUEREM DE VOLTA O PODER

SALVAR O BRASIL DE QUEM?


Estamos passando por momentos no minimo paradoxal, pelas ruas do nosso país milhares de pessoas lotam as praças manobradas e impulsionadas por uma imprensa tendenciosa mal combinada com as classes mais favorecidas alegando corrupção contradizendo-se acima de tudo sobre o contexto.

Os protestos começaram dias antes denominado de panelaço. Na verdade foi um ato contra o pronunciamento da Presidente Dilma, uma vez que, enquanto ela fazia seu pronunciamento em canal aberto, o que eles chamam de "povão" deveriam bater nas panelas em seus lares e pelas ruas de Natal e do Brasil, entretanto só foram vistos tais manifestos nos bairros da elite brasileira. 

Em Natal houve adesão nas "casas populares", sim, no condomínio de luxo Greentown, no aparta
mento as margens da praia no Varandas do Atlãntico, no alto da Candelária, na humilde residencia do Senador José Agripino como em tantas outras oriundas das oligarquias tradicionais, e como foi nacionalmente divulgada pela própria Rede Globo em COPACABANA, LEBLON e todos os nobres bairros do Brasil.

Esperava-mos ver tais protestos nas favelas nos bairros menos favorecidos, no interior dos Estados e nada, claro que não, pois ESSES SÃO O POVÃO, são essas as famílias que realmente FORAM beneficiadas pelo Governo Federal, eles sabem o valor que tem todos os projetos sociais, sabem o valor de ter um filho numa faculdade se formando. Sabem bem o gosto amargo de viver as margem de uma sociedade sem nenhuma oportunidade, e hoje essas famílias tem seus filhos projetados no mercado de trabalho, participando diretamente da evolução sócio-econômico de nosso País.

Se Imaginavam que o povão iria participar desse PANELAÇO, com certeza se frustraram, todavia esperavam uma revolta geral, o que não foi visto em hipótese alguma.

Mas que povo?

Encontrar nossos revolucionários virtuais pelas ruas munidos das santas palavras dos que já estiveram lá "no poder" que por motivos plenamente "humanitários" desejam voltar ao chamado topo da cadeia de comando, é intrigante, pois já trazem um discurso fabricado, produto de uma mente sugestiva, essa que nos chamam para salvar a nossa pátria mãe gentil.

Mas salvar o Brasil de quem?

Quando voltava-mos para casa num ponto de ônibus fomos abordados por uma Pajero convencível preta com rodões prateadas, e como num toque de mágica, as janelas que davam lado para a parada de ônibus se abriram e um casal com camisas verde e amarelas gritavam para o povo que ali estavam: Vamos, nos sigam, a hora é essa de mudança, vamos ter de volta o nosso Brasil.

Num minuto fiquei estático pois esses que ali nos abordavam com palavras de ordem reivindicando o poder eram simplesmente das famílias tradicionais do Estado do RN, depois como num passe de mágica vieram outros apoteóticos carros, como de repente, sim, eram os Alves, os Máias,  os Agripinistas, os Aluizistas e como se estivessem orquestrados nos abordavam e novamente nos chamavam para salvar o Brasil.

Se bem lembramos eram esses que estiveram no poder por longos e miseráveis anos para a população emergente, nunca deram vez ao povo, nunca nos cumprimentaram e hoje numa atitude no minimo duvidosa maquiavelicamente pedem nossa ajuda, nos pedem para que esqueçamos o passado e novamente os ajudemos a recolocarem as nossas amarras, as nossas algemas e aquelas malditas censuras que a nós eram covardemente impostas por eles mesmos.

Agora me digam, salvar nosso Brasil de quem?

De que lado estar a "corôa" da moeda?  Pois a "cara" de pau já se tem os donos, visto que os lobos estão todos em sutis peles de cordeiros na espreita como sempre estiveram aliciando o povo para que esses mais uma vez os coloquem de volta ao poder, nessa zona de conforto que comumente chamamos de beneficies do sistema.

Com certeza essa equivocada mulher nunca esteve a procura de um parente ou de um filho que morto e teve seu corpo ocultado pelos "MILITARES" durantes os anos de trevas de Ditadura


Infelizmente o nível dos protestos exercido por alguns mostraram que o futuro político do Brasil estava mesmo em ultimo plano.

Sabemos que precisa-se tomar providências e a Presidenta Dilma tem que retomar as rédias do destino da nação urgentemente, mas achar que seria um motivo de impeachment é debochar literalmente do entendimento da população.


Muito cuidado meus irmãos, não sejam bobos, de trás do sol não ha nada de novo.


Tenho dito,


Beto Nazário



8 de mar de 2015

MEUS PALHAÇOS ESTÃO NO ASFALTO

OLHEM LÁ, MEUS PALHAÇOS ESTÃO NO ASFALTO


Hoje despertando me dei conta que o sonho acabara, que os sorrisos do meu passado foram todos vendidos, onde já dizia o Poeta numa triste assertiva, "Tão barato que eu nem acredito". O mundo encantado dos Circos foi-se indo sem aparente destino e meus palhaços já sem picadeiros estão no asfalto.

Desse mundo encantado só nos restam as lembranças se é que temos tempo para lembrar, pois dos circos onde embalávamos nossa imaginação de criança, onde enchíamos  os olhos de encantamento deu-se o lugar as frias tecnologias extra-terrestres extra-sensíveis denominadas 3D,  mas esse "D" embalam na verdade verbos descabidos onde fazem desmoronar as mais empolgantes utopias, visto que, de nada traz de novo ao povo, só nos arrancam os sorrisos gostosos, esse que é o bem da criança mais precioso.

Para nossa desilusão por circunstâncias imprevistas, ou melhor  previstas pelo triste absurdo da falta de apoio a cultura em nosso país. Repentinamente nos sinais de transito estão lá nossos sonhos, nossa inocência, e como um imponente pesadelo os palhaços estão literalmente no asfalto realizando seus respeitados espetáculos para um público nem tão respeitável assim. 

É natural o descaso estamos perdendo a delícia do sorrir, pois sempre testemunhamos desdenharem suas presenças, agindo com desprezo num ar de imaginável superioridade expressadas pelo fechar das janelas dos carros sob suas faces fazendo-os amargar singelas lembranças das infinitas vezes que eram-se abertas  as cortinas em louvor desses Artistas. 

No hoje, num lamentar constante malabaristas cospem  o fogo que os restam de suas forças.

É impossível não ser sensível ao fitarmos os olhos desses heróis, seus martírios seus descontentamentos imploram por seu tão amado lar, que todavia para alguns ignorantes eram apenas um Circo. 

Era comum na multidão ouvirmos dizer: "Entre o Chão e o Espaço tudo que sorrir é do Palhaço", contudo a verdade é que o sonho acabara e eles estão no asfalto trazendo no canto da boca um sorriso amarelo enganando a se mesmo. 

Tal qual um pedinte esperam mais uma vez o semáforo fechar ficar vermelho para que confundam seus olhos tristonhos. E, entretanto, mesmo diante de tal incômodo tormento relutam negam-se, mas sempre realizam um novo show.  

Negar-se, de nada adianta o esforço, pois o Palhaço tem como ofício fazer sorrir, seja quem o aplaude ou a quem o ignore. 

Apesar, que dessa vez tem um outro porém, a vida lhes proponham uma outra delicada situação, eles não nos pedem mais aplausos mendigam o sustento num doloroso sorriso quase parecendo se ferir.

Meus Palhaços não tem mais para onde ir, uma vez que, hoje infelizmente eles vivem e angustiadamente morreram no asfalto...

Tenho dito,

Beto Nazário


PROJETO DE LEI No 1527, DE 2011 Altera o art. 23 da Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993, que dispõe sobre a organização da assistência social, e dá outras providências, para prever a criação de programas de amparo às pessoas e famílias que exercem atividades circenses e de diversões itinerantes. Autor: Deputado TIRIRICA Relator: Deputado NEILTON MULIM I -RELATÓRIO O Projeto de Lei no 1527, de 2011 que altera o art. 23 da Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993, dispõe sobre a organização da assistência social, e dá outras providências, para prever a criação de programas de amparo às pessoas e famílias que exercem atividades circenses e de diversões itinerantes. 

SE NÃO PODEM AMÁ-LAS RESPEITE-AS JOVENS BUCÉFALOS


Quem de nós educado num mundo de teorias masculinas ("machistas") e preconceituosas empolgados pela fase da curiosidade sexual com os hormônios pulsando nas artérias e o cérebro carregado de desejos nunca nos imaginamos com uma gata da playboy ?  Monumentos femininos que em capas de revista eram nos apresentadas doces como mel aguçando-nos os sonhos libidinosos e nos impulsionando  a extrapolarmos nossa imaginação e nosso precoce aprendizado.


Sim, mais essa exploração do corpo feminino tendenciosamente vem ganhando um espaço ameaçador, onde a mulher brasileira vem sofrendo absurdos com esteriótipos estabelecidos covardemente tripudiando-as e as expondo meramente como objeto de consumo nas mais variadas situações.

Dentre as tantas foram criados Pseudônimos na unica intenção de ridicularizar a Mulher, termos chulos como Mulher Coelhinha, Mulher Melão, Melancia, Tuti-fruta Lacraias e outros adjetivos descabidos que as desdenham.

A imagem vendida em nossos meios de comunicação relacionadas a elas são fotos de bundas com braços e pernas e sem nenhum cérebro, uma verdeira afronta a Inteligência, a competência e a elegância de nossas mulheres, uma vez que sem a menor dúvida ser o maior simbolo de luta de nossos dias. 

É chegada a hora de um movimento diferenciado consciente em defesa ferrenha à nossas guerreiras. Os versos inteligentes com os manifestos grandiosos, esses sermões empolgados e essas campanhas tendenciosas em nome de nem sei o que terão que mudar dar espaço como forma de resgatar o verdadeiro valor um dia furtado por esses mercadores da miséria alheia. 

Esse resgate tem que ser para ontem, onde todavia terá como principal beneficiado a própria história e por que não dizer a humanidade.

Nossas amadas mulheres são o alicerce e a fortaleza de qualquer sociedade que se preza.


Tenho Dito,


Beto Nazário

POEMAS DE BETO NAZÁRIO (VIVA, MIL VEZES VIVAM)

Um viva aqueles
que indigestos são seus nomes
a mesa de quem nos governam
um viva aqueles sem nome
um viva aqueles que mesmo farto
morrem de fome.

Fome de justiça,
fome de quem não come,
fome do homem
fome da mulher
Fome mesmo daqueles que não quer.

Dos que fingem estar morto,
torto...
mais torto de desgosto
um viva aqueles
um viva literalmente pra eles.

Mais quando expressar-se "VIVA...",
digamos um viva aos mortos
e aos vivos.
pois dos mortos,
tiramos o néctar da flor,
sim aquela flor do amor
QUE MESMO FRÁGIL,
suporta o mal,
e sacoleja o mundo.

E quando abalados pelos caprichos,
que ousam bater em nossas portas.
gritamos viva aos desalentos,
gritamos viva ao descontentamento,
que diante do vento,
visto que certamente
mudará o caprichoso tempo,
e ecoará mais uma vez o NOSSO VIVA.
VIVA...
MIL VEZES VIVAM...


Beto Nazário.

POR ONDE ANDA MEU PÁSSARO

Hoje enquanto dormia
sonhava
que de passos leves caminhava
quando de longe
um grande pássaro
me acompanhava.

E nas batidas de suas asas
simbolizavam
ilusões e angústias
maquiavelicamente incomodava.

Como sem nada
esse pássaro
derrepentemente
volta-se ao sol
e um açoite
ecoa no ar.

O encarnado passou a desbotar
os homens com telhados de vidros
com famintos interesses
negam-se a amar
negam-se a compartilhar.

E nas batidas das asas
do grande pássaro
me vi leve e confuso
através do seu voar
que mesmo junto
no arco-íris,
daltônico...
tive que me acostumar
é solitário o caminhar.

Vai amigo pássaro
e voa para bem longe
e quem sabe um dia
um dia quem sabe
poderemos nos encontrar.

E nas batidas de tuas asas
torna-ciei forte
o velho encarnado
como o azul do MAR.

"E TODOS OS ESTILINGUES VIRARAM SUTIS VIDRAÇAS."




Beto Nazário.

MULHER NORDESTINA HEROÍNA DESDE MENINA

Mulher

A Mulher Nordestina
heroína desde menina
apregada a mainha
como quem não quer nada
abnegada,
aprende a lidar
lidar com a vida,
com a vida lidar.

No entardecer do dia
bem mais tarde do que podia
aniquilada, mais não menos forte
à sorte fica a indagar
se um dia antes de morrer
como uma criança
vai poder brincar.

Nasce já como adulta
criada na labuta
o labor..é seu maior amor

Desperta muito cedim
cantando como um passarim
olê mulher rendeira
olê mulher rendar,
será que um dia
antes de morrer
como uma criança
vou poder brincar?

A mulher Nordestina
é mesmo uma heroína
desde de menina.

Nasce como uma planta
morre como uma flor
sem pétalas, sem rimas
dar seus frutos ao mundo
mais não desatina.

A Mulher Nordestina
desde de menina
é incansávelmente
uma verdadeira heroína...

Beto NazÁrio