Loading...
Loading...

Translate

Loading...

Pages

22 de jan de 2015

Brasil numa visão meramente paraguaçuana

 O Brasil espiado pelos zoiãos do Povo


Vendo essa traumática e aperriada situação calamitosa de nosso país, lembro-me do grande político e analista social Odorico Paraguaçú, prefeito eternizado da cidade de Sucupira. Durante sua performítica vida pública usou dos mais criativos e termos, oriundos de uma cuca pensante e atuante na busca incessante de socializar suas atitudes muitas vezes amadas por poucos e odiadas por muitos.

Como diria o rei dos persas Dario Peito de Aço, pra cada problemática tem uma solucionática.  Meus caros jornalistas, isso me deixa bastantemente entristecido com o coração afogado na daceptude e no desgosto, numa hora em que eu procuro arrancar o azeite-de-dendê do estágio retaguardista do manufaturamento, me vêm com esses acusatórios destabocados somentemente porque meia dúzia de infelizes das costas oca procuram desabonar a conduta impenetrável de nossa administração ocularmente bem apresentada.

Parem com esse perguntório e essa cara de disenteria. Temos é que tratar dos providenciamentos inauguratícios do cemitério, onde vai ser sepultada a moral que nos restam, moral essa sempre acompanhada pelas bilocas dos zois do povo, esses de quem sempre nos observa.  Como é sabido de Vossas Senhoricências, infelizmentemente, esses eventos malditolosos, que vem dos seios das terras Brasilienses, onde me deixa mais amargurado do que antes, pois vem de meus amadorosos filhos incentivados por essa imprensa safadista, em que tenho a mais intrincítica certeza que é uma confabulância político-sigilista na única intenção de amuxicar nossa administração. E hoje talqualmente César estou cercado de Brutus por todos os lados.

O Brasil tem hoje devo afirmar uma administração cangacista desalfabetizada e desapetrechada de caráter, mais como tal, os meios justificam os derradeiros.  Estou aqui com a alma lavada e enxaguada de indignação por esses atos covardista e crapulento contra nossa administração pura e transparente como as águas de pureza, tais atos me deixam na condição do mais triste vexame, onde já não vinhemos muito bem, e hoje nos encontremos em estado de defuntice compulsória. 

Meus conterrâneos! Como um líder atual de mãos limpas e o coração nu, despido estripitisicamente de qualquer ambição de glória. Nessa hora exorbitante, nesse momento extrapolante eu alço os olhos para o meu destino e, vendo no céu a cruz de estrelas que nos protege, peço a Deus que olhe para nossa terra e abençoe a brava gente Brasileira.



Tenho dito,



Beto Nazário 




19 de jan de 2015

A "FOMUP/RN" FORUM DE MULHERES DE PRAÇAS DA PM/RN SAEM AS RUAS E PEDEM SOCORRO EM NOME DE SEUS COMPANHEIROS POLICIAIS MILITARES

Agora o Estado é quem pede socorro...

 

Depois de pararem o transito em plena av.Salgado filho esposas e filhos de policiais militares pedem socorro
Filhos de policiais militares pedem pela segurança de seus pais
Analisemos esse manifesto da "FOMUP/RN" Forum de mulheres de praças da PM/RN acontecido em frente ao shopping Mid Way numa de nossas principais avenidas Salgado Filho com Bernardo Vieira. Tratavam-se de Esposas, de Filhos de Pais de Policiais Militares pedindo pela segurança dos mesmos numa tentativa de deixar claro que hoje a violência rompeu todas as barreiras sociais.

Essas mulheres da FOMUP/RN por inúmeras vezes realizaram trabalhos de conscientização junto a sociedade tentando alertar sobre o perigo eminente que seus companheiros Pm's estão sendo submetidos no dia a dia e que infelizmente o Estado em sua inércia vem colaborando.

Desde cedo nos é facultado a ideia de renunciarmos a própria defesa seja moral ou social, tendo em vista a nossa Constituição Federal nos "garantirem" esse amparo, onde todavia tal proteção a nós depositada enquanto cidadãos nos serão garantidas única e exclusiva pelo Estado.

Enfim, observem ao ponto que chegamos estamos indo na contramão do assegurado, nos deparamos com uma sociedade aterrorizada desesperada pedindo  publicamente pela proteção de seus  Policiais Militares (Estado) depois do quadro alarmante de atentados contra esses servidores.

Sem dúvidas, diante do exposto vergonhosamente nos deparamos com uma inversão grotesca de valores, uma vez que não se podem pedir proteção para aqueles que constitucionalmente foram incumbidos de nos protegerem dar-nos a liberdade e a segurança previstas em leis intituladas de garantias fundamentais.

Cabe ao Estado reagir diante dessa crescente violência, visto que, não são só os filhos que ficaram órfãos, esposas viúvas e os pais sem sua prole,  pois é  atingida literalmente a supremacia do Estado de direito que sem nenhuma dúvida se inverteram os papeis e a ordem pública ficará desmoralizada.

Não podemos medir a importância da vida de alguém pela classe social ou função que exerce, pois nossa constituição abomina qualquer distinção, pois a vida é defendida em sua grandeza perante as leis dos homens e acima de tudo das leis de DEUS.

Beto Nazário
 
Tenho dito,
 

16 de jan de 2015

ACS PM/RN VER COMO POSITIVA A PRIMEIRA REUNIÃO DO NOVO COMANDANTE DA PM/RN COM AS ASSOCIAÇÕES REPRESENTATIVAS DE PRAÇAS

ACS PM/RN AFIRMA: 

O DIÁLOGO É O MELHOR CAMINHO PARA CHEGARMOS A UM DENOMINADOR COMUM.

O Presidente Roberto Campos da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar (ACS PM/RN) viu como positiva a reunião junto ao novo comando da PM/RN Cel.PM Ãngelo Dantas, uma vez que segundo o mesmo foi uma oportunidade única de mostrarmos nossas demandas ao novo Comandante que se mostrou bastante otimista com relação ao diálogo junto as entidades. 

Roberto Campos:
"Mostramos nossas demandas para 2015: O devido enquadramento dos níveis (Lei 463/12); o cumprimento integral da reposição do subsídio (Lei 514/14); a remuneração de acordo com o posto e graduação; atualização da Lei da Diária Operacional; a continuidade dos cursos visando o cumprimento da Lei de Promoção de Praças (Lei 515/14) e a criação imediata do Código de Ética. Reafirmamos o nosso compromisso com a tropa e conversaremos sempre que for necessário, pois acredito no diálogo para buscarmos melhorias para nossa tropa Policial e bombeiros Militar.

Diante do exposto o comandante Cel. ãngelo Dantas afirmou positivamnete quanto as demandas apresentadas, e frisou a reforma do estatudo da Polícia Militar e descentralização dos cursos de nivelamento atendendo também o apelo de companheiros policiais militares do interior.

A ACS PM/RN e todas outras entidades representativas de praças já mostraram que a união fizeram e faz a diferença em qualquer reinvidicação.


"Aquele que foge do diálogo passa a fugir de se mesmo..."

Beto Nazário


Tenho dito.













14 de jan de 2015

"MILITARISMO" PARA UMA PM/BM QUE LIDA COM O SOCIAL SERIA UMA POSTURA ULTRAPASSADA?

QUANDO NÃO SE MEDE O VALOR DA INTERAÇÃO SOCIAL CRIAMOS UM SISTEMA DE GATOS E RATOS .

Beto Nazário                      

A PM/BM tem que ser Militar?

Para que?

Porque?
Marcha soldados...
- Não falo com civil louco...

Qual o sentido da postura militar na PM/BM para o convívio junto a sociedade civil? 



Porque se insiste tanto numa postura militar para PM e o Bombeiros militar?  Uma vez que já foi banida da mente da população qualquer situação que mencione o Regime Militar.

Todas essas perguntas são indagadas diariamente ao nosso sistema, pois nossas Polícias e Bombeiros em suas academias ainda são doutrinadas, treinadas dentro de uma óptica  militar mesmo indo de encontro a opinião geral de toda uma sociedade. 

SEGURANÇA Aprovada na última Conferência Nacional de Direitos Humanos, proposta que pede o fim da vinculação das polícias militares às Forças Armadas vem recebendo o apoio de diversas organizações


Sociedade prejudicada 


A ligação das polícias às Forças Armadas tem raízes bem antigas, mas foi durante a ditadura civil-militar, em 1964, que essa vinculação se estreitou, derrubando ideias que pretendiam desmilitarizar de vez a polícia, como um projeto do então governador de São Paulo Jânio Quadros, na década de 1950. 

O Estado chegou, inclusive, a manter por alguns meses uma comissão na Inglaterra para estudar a organização da polícia inglesa, a fim de instaurar, em São Paulo, uma polícia única e civil, com um segmento uniformizado que realizaria o trabalho nas ruas. “Essa foi uma ideia que não prosperou porque depois veio o golpe, que acabou com a Força Pública e com a Guarda Civil e criou a Polícia Militar. Então, ficou a Polícia Militar e a Civil”, recorda o jurista Hélio Bicudo. 



As más condições dada aos Policiais e Bombeiros Militares para que se cumpram sua missão impossibilita a aproximação junto a comunidade, visto que seus próprios direitos como cidadão são ceifados grosseiramente, tendo em vista serem tratados de forma desumana dentro dos quartéis com alimentação de péssima qualidade, falta de um acompanhamento e amparo psicossocial com uma carga horária excessiva de trabalho e outros direitos trabalhistas que não existem para esses guerreiros.

HUMILHAÇÃO

Esse treinamento, que conjuga fortes regras hierárquicas e um tratamento repressor, muitas vezes humilhante, resulta, na opinião do jurista e integrante da comissão nacional de direitos humanos Hélio Pereira Bicudo em mais vítimas de ambos os lados.




Para se ter uma Polícia/BM cidadã temos que no mínimo passar a estabelecer junto a seus colaboradores um tratamento humanizado que se respeite o homem e garanta acima de tudo seus direitos, assim teremos por consequência uma sociedade mais amparada e bem guarnecida, visto que, fora desse contexto teremos apenas um emaranhado de homens e mulheres fardados vítimas de um sistema cruel e desumano.



Beto Nazário



Tenho dito.










13 de jan de 2015

A CARNE MAIS BARATA É A CARNE NEGRA

Não entendo. Até que ponto a morte coletiva ou individual comove as humanidade?


Foi visto por todo mundo a poucos dias um ato de terrorismo que ultrajou a liberdade e o direito a vida.

Na quarta-feira (7), por volta de 11h30 (8h30, no horário de Brasília), dois homens  aos gritos de "Allah akbar" (Alá é grande) vestidos de preto, encapuzados e armados com fuzis automáticos abrem fogo na redação de "Charlie Hebdo" um dos mais importantes Jornal da França. aos gritos de "Allah akbar" (Alá é grande).

"Reações comovidas tomam conta do mundo inteiro, com o lema "Je suis Charlie" (Sou Charlie) espalhado nas ruas e nas redes sociais, bem como homenagens de chargistas em todo o mundo por meio de desenhos. Durante a noite, mais de cem mil pessoas manifestam na França e várias outras se reúnem em outras cidades do mundo, inclusive no Brasil, no Rio de Janeiro e em São Paulo".

Enfim, todas as pessoas ocupantes existentes em um mundo pseudo civilizado deve sim repudiar qualquer tipo de manifestação sejam elas de Governos ou organizações terroristas que venham a atentar contra a dignidade humana, que não respeitem, que não demostrem zelo a liberdade de expressão e a diversidade cultural de um povo. 

O que houve foi imoral uma afronta aos bons costumes e ao bem maior "a vida", mas creio que não seja só em Paris que acontecera tais fatos horripilantes, o mundo está se acabando em sangue e ninguém se reúne para protestar a respeito.

Na África, em lugares indefinidos, assassinos fazem da morte um manifesto solidário a todos.

E porque em pleno terceiro milênio em plena era cibernética absolutamente ninguém faz nada para mudar essa triste rotina onde nossos irmãos africanos e outros povos mundo a fora são submetidos a centenas de anos?

Cinco dias antes do atentado ao jornal  Charlie Hebdo na França moradores da pequena cidade de Baga no nordeste da Nigéria, quase na fronteira com Chade crianças jovens e idosos foram atrucidados mortos covardemente sem nenhuma clemencia por assassinos denominados de combatentes do Boko Haram.

Não houve chefes de Estados entrelaçando seus braços e ninguém marchou em solidariedade por eles nas ruas de alguma capital do mundo – de fato, muitas pessoas mal ficaram sabendo da tragédia nigeriana, ocorrida dias antes dos assassinatos na França.Isso aconteceu há dez dias e muitos dos corpos continuam estirados no local onde tombaram. As mortes estimadas pelas autoridades do país podem passar de duas mil – um sobrevivente afirma que não conseguiu andar por cinco quilômetros sem pisar em algum cadáver.



No domingo (11), diversos líderes africanos voaram para Paris a fim de participar da marcha pela liberdade de expressão e contra o terrorismo, apesar de muitos não terem conseguido sair na foto principal. Não noticiou-se nenhuma prestação de condolência por parte deles em relação à tragédia que ocorreu em seu próprio continente – na realidade, nem mesmo o presidente do país, Goodluck Jonathan, se pronunciou sobre o massacre em Baga.

Morte de 800 mil pessoas em Ruanda, em 1994, e de mais de 6 mil vítimas do vírus ebola, em 2014, por diversos países na África Ocidental – antes que o Ocidente começasse a se indignar com as tragédias –, o editor do jornal The Namibian, Wonder Guchu, tirou apenas uma conclusão: “É solitário morrer na África”


Ser Negro e Pobre em um mundo voltado plenamente a interesses econômicos, infelizmente desde o nascituro já são condenados por crimes que não são seus, tem desdenhada sua existência  e suas lágrimas de sofrimento um dia inundará o mundo de remorsos por não ter feito nada para amenizá-las. Num mundo onde a cor e a condição social dar a conotação dos fatos, a carne mais barata do mercado é a carne negra.

Beto Nazário
"Âme n'a pas de couleur, je suis aussi en noir"

Tenho dito,











POEMAS DE BETO NAZÁRIO (VIVA, MIL VEZES VIVAM)

Um viva aqueles
que indigestos são seus nomes
a mesa de quem nos governam
um viva aqueles sem nome
um viva aqueles que mesmo farto
morrem de fome.

Fome de justiça,
fome de quem não come,
fome do homem
fome da mulher
Fome mesmo daqueles que não quer.

Dos que fingem estar morto,
torto...
mais torto de desgosto
um viva aqueles
um viva literalmente pra eles.

Mais quando expressar-se "VIVA...",
digamos um viva aos mortos
e aos vivos.
pois dos mortos,
tiramos o néctar da flor,
sim aquela flor do amor
QUE MESMO FRÁGIL,
suporta o mal,
e sacoleja o mundo.

E quando abalados pelos caprichos,
que ousam bater em nossas portas.
gritamos viva aos desalentos,
gritamos viva ao descontentamento,
que diante do vento,
visto que certamente
mudará o caprichoso tempo,
e ecoará mais uma vez o NOSSO VIVA.
VIVA...
MIL VEZES VIVAM...


Beto Nazário.

POR ONDE ANDA MEU PÁSSARO

Hoje enquanto dormia
sonhava
que de passos leves caminhava
quando de longe
um grande pássaro
me acompanhava.

E nas batidas de suas asas
simbolizavam
ilusões e angústias
maquiavelicamente incomodava.

Como sem nada
esse pássaro
derrepentemente
volta-se ao sol
e um açoite
ecoa no ar.

O encarnado passou a desbotar
os homens com telhados de vidros
com famintos interesses
negam-se a amar
negam-se a compartilhar.

E nas batidas das asas
do grande pássaro
me vi leve e confuso
através do seu voar
que mesmo junto
no arco-íris,
daltônico...
tive que me acostumar
é solitário o caminhar.

Vai amigo pássaro
e voa para bem longe
e quem sabe um dia
um dia quem sabe
poderemos nos encontrar.

E nas batidas de tuas asas
torna-ciei forte
o velho encarnado
como o azul do MAR.

"E TODOS OS ESTILINGUES VIRARAM SUTIS VIDRAÇAS."




Beto Nazário.

MULHER NORDESTINA HEROÍNA DESDE MENINA

Mulher

A Mulher Nordestina
heroína desde menina
apregada a mainha
como quem não quer nada
abnegada,
aprende a lidar
lidar com a vida,
com a vida lidar.

No entardecer do dia
bem mais tarde do que podia
aniquilada, mais não menos forte
à sorte fica a indagar
se um dia antes de morrer
como uma criança
vai poder brincar.

Nasce já como adulta
criada na labuta
o labor..é seu maior amor

Desperta muito cedim
cantando como um passarim
olê mulher rendeira
olê mulher rendar,
será que um dia
antes de morrer
como uma criança
vou poder brincar?

A mulher Nordestina
é mesmo uma heroína
desde de menina.

Nasce como uma planta
morre como uma flor
sem pétalas, sem rimas
dar seus frutos ao mundo
mais não desatina.

A Mulher Nordestina
desde de menina
é incansávelmente
uma verdadeira heroína...

Beto NazÁrio