Loading...

Translate

Loading...

Pages

1 de ago de 2011

Valorização profissional

É muito comum que as instituiçõe Policia e Bombeiros militar, tenham um tratamento diferenciado por parte dos governantes. 

Sempre tiveram suas funções desprestigiadas, não se valoriza o trabalho árduo, que essas importantes corporações, desempenham na construção de uma sociedade mais segura.

Todos esses homens, deixam suas famílias em casa, e se empenham na luta diária pela segurança da população, seja ele, bombeiro ou policial militar.

Essas instituições vêm crescendo significativamente, qualificando seus profissionais, com cursos, treinamentos diferenciados, com técnicas importadas de outras grandes polícias e bombeiros do mundo para melhor atender a sociedade.









Só um colete salva vidas, mas, mesmo assim, essa jovem foi salva por esses bravos guerreiros.

























Salvamento de uma criança pelos bombeiros em nosso litoral...








Coragem: Policiais Militares entraram em um Rio, viraram o veículo e tentaram salvar o condutor...









Cobertura, colete à prova de balas, arma na cintura. Nada impediu o policial militar de cumprir o que seu coração mandava. A vítima já estava inconsciente, e submersa.




Ato 22:30hs de segunda-feira. O soldado Rogério Miranda,  do Comando de Policiamento de Choque, vê um Gol cair no rio Tamanduateí, na Avenida do Estado. 

O motorista, Airton Sales, de 24 anos, perdeu o controle do carro e invadiu o rio, literalmente.




Buscam uma melhor interatividade,

Policiais realizam sonho de uma criança especial em ter um uniforme da polícia militar...





É de suma importância, que os GOVERNOS valorizem essas instituições, com salários dignos, com melhores condições de trabalho, com armamentos e coletes balísticos de qualidade, pois esses profissionais lidam com o sinistro, com o risco da própria vida.




Além de um profissional em segurança pública, também somos pais e filhos...





Apesar de nos mostrarmos fortes, somos frágeis, e precisamos da ajuda de todos...






A valorização desses guerreiros anônimos, é uma tarefa também nossa SOCIEDADE, esses país de famílias necessitam, pois o combustível de qualquer profissão é o "RECONHECIMENTO  e a VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL."










Tenho dito,


Beto Nazário

0 comentários:

POEMAS DE BETO NAZÁRIO (VIVA, MIL VEZES VIVAM)

Um viva aqueles
que indigestos são seus nomes
a mesa de quem nos governam
um viva aqueles sem nome
um viva aqueles que mesmo farto
morrem de fome.

Fome de justiça,
fome de quem não come,
fome do homem
fome da mulher
Fome mesmo daqueles que não quer.

Dos que fingem estar morto,
torto...
mais torto de desgosto
um viva aqueles
um viva literalmente pra eles.

Mais quando expressar-se "VIVA...",
digamos um viva aos mortos
e aos vivos.
pois dos mortos,
tiramos o néctar da flor,
sim aquela flor do amor
QUE MESMO FRÁGIL,
suporta o mal,
e sacoleja o mundo.

E quando abalados pelos caprichos,
que ousam bater em nossas portas.
gritamos viva aos desalentos,
gritamos viva ao descontentamento,
que diante do vento,
visto que certamente
mudará o caprichoso tempo,
e ecoará mais uma vez o NOSSO VIVA.
VIVA...
MIL VEZES VIVAM...


Beto Nazário.

POR ONDE ANDA MEU PÁSSARO

Hoje enquanto dormia
sonhava
que de passos leves caminhava
quando de longe
um grande pássaro
me acompanhava.

E nas batidas de suas asas
simbolizavam
ilusões e angústias
maquiavelicamente incomodava.

Como sem nada
esse pássaro
derrepentemente
volta-se ao sol
e um açoite
ecoa no ar.

O encarnado passou a desbotar
os homens com telhados de vidros
com famintos interesses
negam-se a amar
negam-se a compartilhar.

E nas batidas das asas
do grande pássaro
me vi leve e confuso
através do seu voar
que mesmo junto
no arco-íris,
daltônico...
tive que me acostumar
é solitário o caminhar.

Vai amigo pássaro
e voa para bem longe
e quem sabe um dia
um dia quem sabe
poderemos nos encontrar.

E nas batidas de tuas asas
torna-ciei forte
o velho encarnado
como o azul do MAR.

"E TODOS OS ESTILINGUES VIRARAM SUTIS VIDRAÇAS."




Beto Nazário.

MULHER NORDESTINA HEROÍNA DESDE MENINA

Mulher

A Mulher Nordestina
heroína desde menina
apregada a mainha
como quem não quer nada
abnegada,
aprende a lidar
lidar com a vida,
com a vida lidar.

No entardecer do dia
bem mais tarde do que podia
aniquilada, mais não menos forte
à sorte fica a indagar
se um dia antes de morrer
como uma criança
vai poder brincar.

Nasce já como adulta
criada na labuta
o labor..é seu maior amor

Desperta muito cedim
cantando como um passarim
olê mulher rendeira
olê mulher rendar,
será que um dia
antes de morrer
como uma criança
vou poder brincar?

A mulher Nordestina
é mesmo uma heroína
desde de menina.

Nasce como uma planta
morre como uma flor
sem pétalas, sem rimas
dar seus frutos ao mundo
mais não desatina.

A Mulher Nordestina
desde de menina
é incansávelmente
uma verdadeira heroína...

Beto NazÁrio