Loading...

Translate

Loading...

Pages

8 de dez de 2012

A HORA DA SOLEDARIEDADE É AGORA

Potiguares podem adotar cartinhas do papai noel dos correios aos sábados

Publicação: 08/12/2012 13:21Atualização:

Do DN Online

A 23ª edição da campanha Papai Noel dos Correios já contabiliza mais de 9 mil cartas cadastradas no Rio Grande do Norte. A expectativa é de que o número chegue a 11 mil e que pelo menos 7 mil sejam adotadas. Para participar da campanha, que vai até o dia 12 de dezembro, basta comparecer a qualquer agência dos correios em Natal e Região Metropolitana, além de Mossoró, na Região Oeste do estado, e em Currais Novos, no Seridó potiguar. Além de comunidades carentes da região, mais de 60 escolas foram cadastradas nesta edição.

Quem não puder ir a uma agência no horário comercial tem a opção de ir à unidade dos Correios do Praia Shopping (que funciona de segunda a sexta das 10h às 19h). Segue ainda a lista de unidades abertas aos sábados:

Natal

Agência Câmara Cascudo (R. dos Tororós)- 8h às 12h
Agência Capim Macio (Seaway Shopping) – 8h às 12h
Agência Cidade Alta (Av. Rio Branco) - 8h às 12h
Agência Ponta Negra (Praia Shopping) - 10h às 14h
Agência Potengi (Nordestão da Estrada da Redinha) - 8h às 12h
Agência Presidente Sarmento (Alecrim) - 8h às 12h
Agência CCB Sul (Shopping CCAB Sul) – 8h às 12h
Agência Jandira (Bairro Nordeste, próximo ao viaduto da Urbana) - 8h às 12h
Agência Candelária (Prudente de Morais) – 8h às 12h
Agência Petrópolis (R. Potengi) – 8h às 12h
Agência Zona Sul (Neópolis, próximo à padaria Sabor de Pão) – 8h às 13h

Parnamirim

Agência Parnamirim - 8h às 12h

Mossoró

Agência Jeremias da Rocha (Santo Antônio) – 8h às 12h
Agência Presidente Dutra (Ilha de Santa Luiza)– 8h às 12h
Agência Resistência (Alberto Maranhão)– 8h às 12h

Leia uma das cartinhas escritas cadastradas na campanha:
 
JESUS NOS DEIXOU  ENSINAMENTOS ETERNOS: "AMAI-VOS UNS AOS OUTROS COMO EU VOS AMEI", "NADA ALÉM DA CARIDADE SALVA".
 
NOS EXTREITARMOS PELA HARMONIA DA FRATERNIDADE...FARÁ TODA DIFERENÇA NOS DIAS DE HOJE.

0 comentários:

POEMAS DE BETO NAZÁRIO (VIVA, MIL VEZES VIVAM)

Um viva aqueles
que indigestos são seus nomes
a mesa de quem nos governam
um viva aqueles sem nome
um viva aqueles que mesmo farto
morrem de fome.

Fome de justiça,
fome de quem não come,
fome do homem
fome da mulher
Fome mesmo daqueles que não quer.

Dos que fingem estar morto,
torto...
mais torto de desgosto
um viva aqueles
um viva literalmente pra eles.

Mais quando expressar-se "VIVA...",
digamos um viva aos mortos
e aos vivos.
pois dos mortos,
tiramos o néctar da flor,
sim aquela flor do amor
QUE MESMO FRÁGIL,
suporta o mal,
e sacoleja o mundo.

E quando abalados pelos caprichos,
que ousam bater em nossas portas.
gritamos viva aos desalentos,
gritamos viva ao descontentamento,
que diante do vento,
visto que certamente
mudará o caprichoso tempo,
e ecoará mais uma vez o NOSSO VIVA.
VIVA...
MIL VEZES VIVAM...


Beto Nazário.

POR ONDE ANDA MEU PÁSSARO

Hoje enquanto dormia
sonhava
que de passos leves caminhava
quando de longe
um grande pássaro
me acompanhava.

E nas batidas de suas asas
simbolizavam
ilusões e angústias
maquiavelicamente incomodava.

Como sem nada
esse pássaro
derrepentemente
volta-se ao sol
e um açoite
ecoa no ar.

O encarnado passou a desbotar
os homens com telhados de vidros
com famintos interesses
negam-se a amar
negam-se a compartilhar.

E nas batidas das asas
do grande pássaro
me vi leve e confuso
através do seu voar
que mesmo junto
no arco-íris,
daltônico...
tive que me acostumar
é solitário o caminhar.

Vai amigo pássaro
e voa para bem longe
e quem sabe um dia
um dia quem sabe
poderemos nos encontrar.

E nas batidas de tuas asas
torna-ciei forte
o velho encarnado
como o azul do MAR.

"E TODOS OS ESTILINGUES VIRARAM SUTIS VIDRAÇAS."




Beto Nazário.

MULHER NORDESTINA HEROÍNA DESDE MENINA

Mulher

A Mulher Nordestina
heroína desde menina
apregada a mainha
como quem não quer nada
abnegada,
aprende a lidar
lidar com a vida,
com a vida lidar.

No entardecer do dia
bem mais tarde do que podia
aniquilada, mais não menos forte
à sorte fica a indagar
se um dia antes de morrer
como uma criança
vai poder brincar.

Nasce já como adulta
criada na labuta
o labor..é seu maior amor

Desperta muito cedim
cantando como um passarim
olê mulher rendeira
olê mulher rendar,
será que um dia
antes de morrer
como uma criança
vou poder brincar?

A mulher Nordestina
é mesmo uma heroína
desde de menina.

Nasce como uma planta
morre como uma flor
sem pétalas, sem rimas
dar seus frutos ao mundo
mais não desatina.

A Mulher Nordestina
desde de menina
é incansávelmente
uma verdadeira heroína...

Beto NazÁrio