Loading...

Translate

Loading...

Pages

20 de jan de 2013

DEPUTADO FEDERAL DO PT DE SP QUER ACABAR COM TRANSMISSÕES ABERTAS E FECHADAS DE LUTAS DE MMA NO BRASIL


Deputado federal quer banir MMA da TV


Publicação: 16/01/2013 14:10 Atualização: 16/01/2013 15:10

O MMA conquistou popularidade devido a lutadores brasileiros transformados em ídolos nacionais, campeões em diversos torneios e categorias mundo a fora. Mas o esporte que fatura bilhões de dólares todos os anos tem atraído também a atenção de quem o considera violento. A polêmica em torno da suposta violência promovida pelas lutas foi parar em Brasília (DF). O deputado federal e advogado, José Mentor (PT-SP) propôs o projeto de lei 5.534/2009 que visa proibir a transmissão das lutas não olímpicas, caso do MMA, em TVs brasileiras (abertas e fechadas). O ringue agora é no Congresso Nacional, que deve receber uma audiência pública ainda neste ano.

Segundo o nobre Deputado Federal José Mentor do PT de SP, o esporte MMA é uma prática violenta e deve ser banida das telas da tv de nosso país.

Caro amigo leitor, esse esporte que se refere nosso Deputado Federal é responsável hoje pelo afastamento de milhares de jovens do mundo das drogas em nossas periferias, tendo em vista nesse esporte ter como ídolos jovens que também vieram de bairros perigosos onde o tráfico de entorpecentes é a moeda que impera entre as famílias de lá.

Impedir o acesso, banir censurar o MMA é retrocedermos a um tempo onde nenhum esporte oriundos dos bairros periféricos eram bem vistos por nossas autoridades. 





Ao contrário, tudo aquilo que direto ou indiretamente nos ajude a fortalecer a inclusão social de nossos jovens devem ser apoiados por leis que facilitem e dê sustentação a projetos  de acessibilidade das massas.



HOJE EM NOSSO PAÍS EXISTEM PRÁTICAS MALÉFICAS A NOSSA SOCIEDADE, O DESVIO DE VERBAS DA SAÚDE EDUCAÇÃO E OUTRAS ASSISTÊNCIA SOCIAL, E NADA ABSOLUTAMENTE NADA É FEITO PARA SE COMBATER ESSE ABSURDO, ISSO SIM É UMA VIOLÊNCIA AO POVO BRASILEIRO... "NÃO UM ESPORTE".




"ESPORTE É VIDA, É INCLUSÃO SOCIAL..."


Tenho Dito,

Beto Nazário

0 comentários:

POEMAS DE BETO NAZÁRIO (VIVA, MIL VEZES VIVAM)

Um viva aqueles
que indigestos são seus nomes
a mesa de quem nos governam
um viva aqueles sem nome
um viva aqueles que mesmo farto
morrem de fome.

Fome de justiça,
fome de quem não come,
fome do homem
fome da mulher
Fome mesmo daqueles que não quer.

Dos que fingem estar morto,
torto...
mais torto de desgosto
um viva aqueles
um viva literalmente pra eles.

Mais quando expressar-se "VIVA...",
digamos um viva aos mortos
e aos vivos.
pois dos mortos,
tiramos o néctar da flor,
sim aquela flor do amor
QUE MESMO FRÁGIL,
suporta o mal,
e sacoleja o mundo.

E quando abalados pelos caprichos,
que ousam bater em nossas portas.
gritamos viva aos desalentos,
gritamos viva ao descontentamento,
que diante do vento,
visto que certamente
mudará o caprichoso tempo,
e ecoará mais uma vez o NOSSO VIVA.
VIVA...
MIL VEZES VIVAM...


Beto Nazário.

POR ONDE ANDA MEU PÁSSARO

Hoje enquanto dormia
sonhava
que de passos leves caminhava
quando de longe
um grande pássaro
me acompanhava.

E nas batidas de suas asas
simbolizavam
ilusões e angústias
maquiavelicamente incomodava.

Como sem nada
esse pássaro
derrepentemente
volta-se ao sol
e um açoite
ecoa no ar.

O encarnado passou a desbotar
os homens com telhados de vidros
com famintos interesses
negam-se a amar
negam-se a compartilhar.

E nas batidas das asas
do grande pássaro
me vi leve e confuso
através do seu voar
que mesmo junto
no arco-íris,
daltônico...
tive que me acostumar
é solitário o caminhar.

Vai amigo pássaro
e voa para bem longe
e quem sabe um dia
um dia quem sabe
poderemos nos encontrar.

E nas batidas de tuas asas
torna-ciei forte
o velho encarnado
como o azul do MAR.

"E TODOS OS ESTILINGUES VIRARAM SUTIS VIDRAÇAS."




Beto Nazário.

MULHER NORDESTINA HEROÍNA DESDE MENINA

Mulher

A Mulher Nordestina
heroína desde menina
apregada a mainha
como quem não quer nada
abnegada,
aprende a lidar
lidar com a vida,
com a vida lidar.

No entardecer do dia
bem mais tarde do que podia
aniquilada, mais não menos forte
à sorte fica a indagar
se um dia antes de morrer
como uma criança
vai poder brincar.

Nasce já como adulta
criada na labuta
o labor..é seu maior amor

Desperta muito cedim
cantando como um passarim
olê mulher rendeira
olê mulher rendar,
será que um dia
antes de morrer
como uma criança
vou poder brincar?

A mulher Nordestina
é mesmo uma heroína
desde de menina.

Nasce como uma planta
morre como uma flor
sem pétalas, sem rimas
dar seus frutos ao mundo
mais não desatina.

A Mulher Nordestina
desde de menina
é incansávelmente
uma verdadeira heroína...

Beto NazÁrio