Loading...

Translate

Loading...

Pages

7 de jun de 2013

AS MAIS POLÊMICAS CAPAS DE REVISTAS DO MUNDO

As mais polêmicas capas de revista da história


a97035_g020_1-ditto2
Beth Ditto, nomeada a "Mulher Mais Sexy do Ano" revista  NME Awards 2007.
a97035_g020_2-janet-jackson
Memorável capa da Rolling Stone de setembro de 1993, na qual Janet Jackson aparece com os seios sendo segurados por mãos anônimas. É considerada umas das imagens mais marcantes da música nos anos 90.

a97035_g020_3-merger
Capa da revista The Economist de 1994, mostra o acasalamento dos dois camelos representando a união de duas empresas. A polêmica foi grande, pois muito acharam a capa muito ousada para uma revista de economia conservadora, mas alguns levaram na brincadeira.

a97035_g020_4-hustlermeat
Capa da revista Hustler de 1978, causou uma grande polêmica, pois a imagem é bastante forte.
a97035_g020_5-prostituion
A revista New York causou uma enorme polêmica com essa capa. Pois o cidadão estampado nela era governador do estado, o qual acabará de ser acusado de envolvimento com uma rede de prostituição.

a97035_g020_6-john-lenon
Talvez essa seja a capa de revista mais conhecida no mundo. A foto foi tirada por Annie Leibovitz pouco antes de John ser assassinado. Era para ser uma foto só de John, mas ele insistiu que sua esposa aparecesse junto na imagem. Essa capa foi eleita a mais popular pela America of Magazine Publishers.

a97035_g020_7-demi-moore
Essa capa da Vanity Fair marcou época e criou moda. Apesar de que no seu lançamento ter gerado uma certa polêmica, essa capa criou um padrão para as famosas gravidas.
a97035_g020_8-vietnan
Essa foto foi umas das coisas que fez com que o povo americano se revoltasse contra a guerra do Vietnam. A imagem mostra um vietnamita sendo preso pelo exército americano. Ela foi tirada por Paul Schutzers, considerados um dos maiores da história da fotografia. Infelizmente ele foi morto em missão durante a Guerra dos Seis Dias de 1967 entre Israel e seus países vizinhos.
a97035_g020_10-wtc
Essa é uma incrível imagem do desastre, ela estampa a edição especial da revista Time, apresentando uma fotografia dos dois aviões sequestrados rasgando as torres do World Trade Center em 11 de setembro de 2001, tirada pelo fotógrafo Lyle Owerkoof.
a97035_g020_9-bush
A ótima montagem estampa a capa da edição de novembro de 2000. Apesar da boa capa a revista gerou certa polêmica pelo seu conteúdo político.



"A ousadia e a criatividade sempre fez e fará a diferença, quem não aposta no novo passará a vida na mesmice e morrerá literalmente junto ao velho".

Beto Nazário

0 comentários:

POEMAS DE BETO NAZÁRIO (VIVA, MIL VEZES VIVAM)

Um viva aqueles
que indigestos são seus nomes
a mesa de quem nos governam
um viva aqueles sem nome
um viva aqueles que mesmo farto
morrem de fome.

Fome de justiça,
fome de quem não come,
fome do homem
fome da mulher
Fome mesmo daqueles que não quer.

Dos que fingem estar morto,
torto...
mais torto de desgosto
um viva aqueles
um viva literalmente pra eles.

Mais quando expressar-se "VIVA...",
digamos um viva aos mortos
e aos vivos.
pois dos mortos,
tiramos o néctar da flor,
sim aquela flor do amor
QUE MESMO FRÁGIL,
suporta o mal,
e sacoleja o mundo.

E quando abalados pelos caprichos,
que ousam bater em nossas portas.
gritamos viva aos desalentos,
gritamos viva ao descontentamento,
que diante do vento,
visto que certamente
mudará o caprichoso tempo,
e ecoará mais uma vez o NOSSO VIVA.
VIVA...
MIL VEZES VIVAM...


Beto Nazário.

POR ONDE ANDA MEU PÁSSARO

Hoje enquanto dormia
sonhava
que de passos leves caminhava
quando de longe
um grande pássaro
me acompanhava.

E nas batidas de suas asas
simbolizavam
ilusões e angústias
maquiavelicamente incomodava.

Como sem nada
esse pássaro
derrepentemente
volta-se ao sol
e um açoite
ecoa no ar.

O encarnado passou a desbotar
os homens com telhados de vidros
com famintos interesses
negam-se a amar
negam-se a compartilhar.

E nas batidas das asas
do grande pássaro
me vi leve e confuso
através do seu voar
que mesmo junto
no arco-íris,
daltônico...
tive que me acostumar
é solitário o caminhar.

Vai amigo pássaro
e voa para bem longe
e quem sabe um dia
um dia quem sabe
poderemos nos encontrar.

E nas batidas de tuas asas
torna-ciei forte
o velho encarnado
como o azul do MAR.

"E TODOS OS ESTILINGUES VIRARAM SUTIS VIDRAÇAS."




Beto Nazário.

MULHER NORDESTINA HEROÍNA DESDE MENINA

Mulher

A Mulher Nordestina
heroína desde menina
apregada a mainha
como quem não quer nada
abnegada,
aprende a lidar
lidar com a vida,
com a vida lidar.

No entardecer do dia
bem mais tarde do que podia
aniquilada, mais não menos forte
à sorte fica a indagar
se um dia antes de morrer
como uma criança
vai poder brincar.

Nasce já como adulta
criada na labuta
o labor..é seu maior amor

Desperta muito cedim
cantando como um passarim
olê mulher rendeira
olê mulher rendar,
será que um dia
antes de morrer
como uma criança
vou poder brincar?

A mulher Nordestina
é mesmo uma heroína
desde de menina.

Nasce como uma planta
morre como uma flor
sem pétalas, sem rimas
dar seus frutos ao mundo
mais não desatina.

A Mulher Nordestina
desde de menina
é incansávelmente
uma verdadeira heroína...

Beto NazÁrio