Loading...

Translate

Loading...

Pages

29 de ago de 2013

MEUS PALHAÇOS ESTÃO NO ASFALTO

OLHEM LÁ, MEUS PALHAÇOS ESTÃO NO ASFALTO


Hoje despertando à vida me dei conta que o sonho acabara, que os sorrisos do meu passado foram todos vendidos, onde já dizia o Poeta numa triste acertiva, "Tão barato que eu nem acredito". O mundo encantado do Circo foi-se indo sem aparente destino e meus palhaços já sem picadeiros estão no asfalto.



Desse mundo encantado só nos restam as lembranças se é que temos tempo para lembrar, pois do circo, onde embalávamos nossa imaginação de criança, onde enchíamos  os olhos de encantamento, deu-se o lugar as frias tecnologias extra-terrestres, extra-sensíveis, denominadas 3D,  mas esse "D" embalam na verdade verbos descabidos onde fazem desmoronar as mais empolgantes utopias, visto que, de nada traz de novo ao povo só nos arrancam o sorriso gostoso o bem da criança mais precioso.

Para nossa desilusão, por circunstâncias imprevistas, repentinamente nos sinais de transito estão lá nossos sonhos nossa inocência, e como um imponente pesadelo os palhaços estão literalmente no asfalto realizando seus respeitados espetáculos para um público nem tão respeitável assim, onde em incansáveis  vezes desdenham sua presença em atitudes de desprezo num ar de imaginável superioridade expressadas pelo fechar das janelas dos carros sob suas faces, fazendo-os amargar singelas lembranças das infinitas vezes que eram-se abertas  as cortinas em louvor desses Artistas. No hoje num lamentar constante Malabaristas cospem  o fogo que os restam de suas forças.



É impossível não ser sensível ao fitarmos os olhos desses heróis, seu martírio seu descontentamento imploram por seu tão amado lar, que todavia para alguns ignorantes eram apenas um "Circo. Era comum na multidão ouvirmos dizer, que entre o Chão e o Espaço, tudo que sorrir era do Palhaço, contudo, a verdade é que o sonho acabou e eles estão no asfalto trazendo no canto da boca um sorriso amarelo enganando a se mesmo, e tal qual um pedinte esperam mais uma vez o semáforo fechar ficar vermelho, para que confundam seus olhos tristonhos, entretanto, mesmo diante de tal incômodo tormento relutam, negam-se mas sempre realizam um novo show, negar-se, de nada adianta o esforço, pois o Palhaço tem como ofício fazer sorrir, seja quem o aplaude, ou quem o ignore. Apesar que dessa vez tem um outro porém, a vida lhes proponham uma outra delicada situação, eles não nos pedem mais aplausos mendigam o sustento, num doloroso sorriso quase parecendo se ferir.
Meus Palhaços não tem mais para onde ir, uma vez que, hoje infelizmente eles vivem e angustiadamente morreram no asfalto...

Tenho dito,


Beto Nazário

28 de ago de 2013

A DESASTRADA JORNALISTA MICHELINE BORGES E SUA OPINIÃO MAIS DESASTRADA AINDA



AGORA DIGAM, DEUS PROTEJA O NOSSO POVO DE QUEM ?



A triste e infeliz opinião externada nos meios de comunicação pela jornalista Micheline Borges em relação aos amigos MÉDICOS CUBANOS vem mexendo demais com a opinião pública, além de postar insinuações maldosas desmereceu mais ainda  nossas guerreiras Empregadas domésticas quando fez comparações denegrindo e desmerecendo essa classe trabalhadora. . Depois de fazer preconceituosas Declarações, a jornalista postou que "estava certa e era só uma questão de opinião pessoal". Acredito que ruim seria se qualquer desses profissionais de medicina fossem comparados a imagem desses Políticos Corruptos que vem sendo desmascarados nas redes televisadas de nosso País.


Seria ótimo para Muitos de nós se tivéssemos não só a aparência de uma Empregada Domestica, mas também a Determinação e a Humildade de servir com Profissionalismos todas as Indigestas Michelines da vida que infelizmente ainda existem e representam as mentalidades cloacárianas de nosso sistema.    Michelines que popularmente falando jamais "deram um prego numa barra de sabão" que passam a vida a cantar moda com um rei na barriga,  não sendo nem de longe um bom exemplo a se seguir.   São personas non grata pseudo-intelectuais Preconceituosas acolhidas pelas beneficies de um sistema de exclusão, onde tentam a ferro e fogo sustentar e dar continuidade as tetas que as alimentam na Arrogância e na Intolerância.   Somos filhos de Empregadas Domésticas, Pedreiros, estivadores, empregadas do Campo, Agrícolas, da Construção Civil enfim e daí?  Qual a importância da nomenclatura?   SOMOS A HERANÇA DE UM POVO LUTADOR QUE TRAZEMOS NO PEITO O ORGULHO DE NOSSOS ANTEPASSADOS E A NOBREZA DE SEUS IDEAIS. 

Ser filho de uma Empregada Doméstica é um orgulho para qualquer filho que se preza, onde não posso afirmar o mesmo daqueles que tiverem o desprazer de ser filho de pessoas sem carácter, que de nada contribuem para um crescimento moral e igualitário de nossa sociedade.



Tenho dito,

Beto Nazário

22 de ago de 2013

4º BPM, ZONA NORTE DE NATAL/RN o cartão de visita de nossa Secretaria de Segurança Pública

Todo e qualquer Governo prioriza alguns setores em destaque, o caso em especial do 4º BPM, ZONA NORTE, tem que ser visto com muito carinho pela Secretaria de Segurança Pública, pois tem sido o cartão de visita e a mina dos olhos da Secretaria de Segurança.

Todos os policiais do 4º batalhão, começando desde o seu Comandante até a última praça inseridos no teatro de operação, estão de parabéns pelo magnífico trabalho e  desempenho na incansável missão de proteger  a sociedade mesmo com o risco da própria vida.

A Zona Norte é a maior área de conjunto habitacional do Rio Grande do Norte, com população equivalente a cidade de Mossoró, entretanto mesmo com condições precárias de trabalho esses policiais vem possibilitando que a comunidade tenha uma vida bem mais tranquila, retirando aos poucos a imagem maculada por muitos onde consideravam a região uma área com um alto índice de violência.




Na manutenção da ordem pública, o 4º BPM tem se destacado consideravelmente e traz em seu currículo inúmeras prisões de infratores considerados nocivos à sociedade, desarticulando o TRÁFICO com grandes apreensões DE DROGAS na Zona Norte de Natal combatendo o crime preservando a moral e a vida acima de tudo.






Tenho dito,

Beto Nazário



20 de ago de 2013

4º BATALHÃO DE POLICIA MILITAR DA ZONA NORTE DE NATAL/RN, CARTÃO DE VISITA DO GOVERNO



Tornaram-se corriqueiras matérias policiais elogiando o 4º Batalhão de Polícia Militar da Zona Norte de Natal. Por várias vezes, ao longo dos últimos anos, o 4º BPM tem destaque merecido nos meios de comunicação. Com apreensões de drogas e inúmeras prisões, adquiriu o total controle da segurança da população na maior área de conjuntos habitacional do estado.






A presença da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar (ACS PM/RN), junto ao comando do Batalhão, mostra o porquê desse sucesso, pois a interatividade e participação de todos destaca em estatísticas por onde é o verdadeiro caminho para um bom trabalho.



Hoje o 4º BPM tem o comando do Major Manoel Kennedy, filho da própria zona norte conhece a área como ninguém e se orgulha do momento bom que a PM está passando junto a sociedade.


É crescente o desempenho do 4º batalhão, Policiais em um ótimo nível profissional todos os Praças e Oficiais estão de parabéns. 











Visto que, a maior recompensa para quem realmente trabalha são os elogios e o reconhecimento profissional que vêm da própria população.



Tenho dito,


Beto Nazário.



MC CARCARÁ, O RAPPER QUE SABE DAR ASAS A IMAGINAÇÃO E TORNÁ-LAS REAIS





O Rapper e grafiteiro Miguel Carcará, paraibano, natural das terras do "Nego", é um talentoso artista que apeou seu jegue por aqui e escolheu Natal para ser sua cidade de referência. Supervisor do projeto CUFA (Central Única das Favelas de Natal). Está à frente de trabalhos sociais nas periferias de Natal, ensinando a arte de grafitar a centenas de crianças impedindo que as mesmas encontrem as drogas e as ensinando a ter mais amor pela vida, assim podendo dar asas a seus sonhos libertários.










Gavião-Carcará

Ganhou esse título de Carcará ainda criança, pois todos que o conheciam o admiravam pela ousadia do menino, como se diz no nordeste "era pau pra toda obra". O Gavião Carcará é uma ave altiva, imponente e forte, conhecida por sua excepcional visão e coragem, longo raio de ação e controle do território onde habita.







Promovem uma ação de valorização do grafite como instrumento de resgate e preservação dos espaços urbanos.




























Caetano em arte de grafite


CUFA/RN e Cyrela Plano&Plano mostram resultado da intervenção de arte urbana em Mãe Luiza




Cd gravado em 2009, que o projetou no cenário nacional



Os trabalhos do Mc Carcará têm algumas  particularidades. Apesar de tradicionalmente o Rap ser um estilo musical de grande influência americana, fez diferente, criou o "Rap com Baião" revolucionando o mundo dos rappers e encantado a quem tomou conhecimento. Mc Carcará entende que o Rap tem muito a ver com um outro ritmo nordestino conhecido como embolador de côco, e afirma: Temos que fazer diferente, nosso potencial estar acima da imitação, Rap com Baião uma mistura que tem dado o que falar.








O Rap Carcará tem grandes trabalhos, gravou 2 cd's e é reconhecido por grandes nomes no senário musical nacional, bastante elogiado por Marcelo D2 quando na oportunidade fez o show de abertura do mesmo aqui em Natal, e adquiriu o respeito do então amigo MVbil que em uma entrevista fez elogios diretos ao Rap Carcará e se rendeu ao seu talento.










"MC CARCARÁ RAP COM BAIÃO NA BATALHA PELA CONEXÃO PERFEITA..."



Tenho dito,

Beto Nazário.








AGORA É O ESTADO QUE CORRE SÉRIO RISCO DE MORTE

É assustador, nos últimos anos dezenas de Policiais Militares e Civis foram mortos por bandidos em todo Brasil e o mais preocupante é que nada estar sendo feito para mudar esse 
cenário.

 
 



Quando a vítima passa ser o próprio Estado, é público e notório que nossa sociedade corre sério risco em sua segurança, visto que, são essas características temerosas de outras grandes Capitais que sofre com o poder paralelo do crime organizado.

 










Hoje com o aumento da violência até a própria Polícia tornou-se vítima dessa bandidagem, não sabemos mais a quem recorrer, tendo em vista nossas autoridades  afirmarem categoricamente que tudo estar correndo bem. 

 







"É por essa e outras Situações que policiais do Brasil inteiro pedem socorro..."



- Precisamos de ajuda, implora o cidadão.

- Nós também afirma a Polícia.




Tenho dito,

Beto Nazário.

UMA DECISÃO EQUIVOCADA NO MINIMO CONTRADITÓRIO, ASSASSINO DEPOIS DE CONFESSAR TER MATADO POLICIAL EM NATAL/RN É ABSOLVIDO POR FALTA DE PROVAS

CASO SD RAMALHO: Assassino confesso de PM há dois anos é absolvido por falta de provas

No dia 05 de novembro de 2011, no bairro de Jardim Lola, o acusado Elder Fernandes de Araújo utilizando-se de arma de fogo supostamente ceifou a vida do soldado Ramalho.
Segundo relato das testemunhas uma pessoa abordou a vítima anunciando um assalto.
Na delegacia o acusado, apenas 19 dias após o fato e devidamente acompanhado de advogado, o Dr. Francisco Lincol Alves, confessou a autoria do delito e disse que estava acompanhado de um menor conhecido como Pilo-Pilo. Alegou que a vítima fez gesto de sacar a arma, por isso que atirou nele acerca de 3 metros dele e que a vítima teria caído com sua arma.
Após o interrogatório na polícia, o acusado fugiu do estado ficando 1 ano foragido, não cooperando com a justiça, até ser capturado, através de mandado de prisão, na rodoviária de Pessoa/PB.
Por sua vez, o menor tanto na delegacia (acompanhado de advogado) quanto quando ouvido em juízo na 2ª Vara da Família (que também é competente para julgar atos infracionais) confessou a autoria do delito, narrando detalhes do ato criminoso e afirmando veementemente que estava acompanhado de Elder Fernandes, conhecido como “Dinho”, no momento do crime e que este foi quem atirou no soldado Ramalho. Elder estava armado.
Em audiência, a promotora Rossana, titular da 3ª promotoria de justiça de São Gonçalo do Amarante, requereu aditamento à denúncia para imputar a Elder o delito de latrocínio, pedido este deferido pela juíza Denise Léa Sacramento Aquino, titular da Vara Criminal de São Gonçalo do Amarante.
Na audiência de instrução foram ouvidas 14 testemunhas. As testemunhas que presenciaram o fato foram categóricas em afirmar que o Soldado Ramalho foi vítima de latrocínio.
As alegações finais da promotora foi pedindo a condenação do acusado no delito de latrocínio c/c corrupção de menores.
Entretanto, a juíza Denise Léa, no dia 13 de agosto de 2013, proferiu sentença absolutória, fundamentada na ausência de provas da autoria, dizendo que o interrogatório do acusado na delegacia, bem como as declarações do menor e as contradições no interrogatório do acusado em juízo e o depoimento da testemunha Isonaldo não podem ser levadas isoladamente para um decreto condenatório

19 de ago de 2013

NA VERDADE QUEM ESTAR CERTO? NÃO ENTENDO O DIREITO

Justiça manda bloquear os bens do criador da Igreja da Maconha






A Justiça de Americana (127 km de São Paulo) decretou o sequestro dos bens de Geraldo Antonio Baptista, o Geraldinho Rastafári, 53, líder da Primeira Igreja Niubingui Etíope Coptic de Sião do Brasil, conhecida como "igreja da maconha". Ele foi preso em agosto sob a acusação de tráfico de drogas. Com a medida, os bens do líder religioso não podem ser vendidos até que o julgamento dele ocorra pela Justiça.
A medida inclui o imóvel que é sede da Igreja, no bairro Praia dos Namorados, em Americana. Segundo Marlene Martins, mulher de Geraldinho e uma das responsáveis pela igreja no período em que ele está preso, a medida não tem alterado, no entanto, a rotina de cultos.
maconha
"Perdemos nossa liderança, então o movimento cai um pouco. Muitos universitários, principalmente, ficaram com receio após a prisão. Mas continuamos funcionando normalmente", disse. Procurado, o Ministério Público não se pronunciou sobre o caso.
A próxima audiência do caso está marcada para o dia 17 de janeiro, segundo informações do Fórum de Americana. Geraldinho foi preso em flagrante, em 15 de agosto do ano passado, quando foram encontrados 37 pés de maconha em sua casa.
Na ocasião, dois jovens de 18 anos foram presos e um adolescente foi apreendido. Ele afirmou que a planta é cultivada para uso religioso, o que é permitido pela legislação brasileira, e consumida apenas em ocasiões de culto, mas acabou sendo enquadrado por tráfico.
Manifesto
À espera de julgamento, Marlene e os adeptos da "igreja da maconha", bem como defensores da causa, têm usado a internet para realizar uma campanha a favor da libertação de Geraldinho.
Até a tarde de hoje, mais de 3.200 pessoas já assinaram uma petição virtual pedindo a libertação de Geraldinho. Segundo Marlene, o grupo também pede o auxílio de entidades como a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e CNJ (Conselho Nacional de Justiça).
Segundo os advogados de Geraldinho, ele irá dizer, durante o julgamento, que a maconha pode ser usada de forma ritual nos cultos da igreja e que, ao não permitir que isso ocorra, a Justiça desrespeitaria o item constitucional que garante liberdade religiosa aos brasileiros.
"Nosso objetivo é defender não só a liberdade do Geraldinho, mas também a liberdade religiosa, garantida a todos os brasileiros pela Constituição", afirmou Marlene. "O uso cerimonial da cannabis [nome científico da maconha], que para os adeptos da cultura Rastafári Niubingui é sagrado."
Meta
A meta do grupo é fazer com que o caso chegue o mais rapidamente possível ao STF (Supremo Tribunal Federal), corte que julga casos que envolvem preceitos constitucionais.
A defesa usará a mesma argumentação já elaborada para a religião do Santo Daime, que usa em seus cultos um chá elaborado com a erva alucinógena ayahuasca.
"Nossos advogados são os mesmos, e nosso objetivo é provar que podemos usar a cannabis ritualmente", disse Marlene.
Para Marlene, uma mobilização da sociedade civil é essencial para impedir uma condenação.
"Ganharemos mais força se conseguirmos levar o processo para ser julgado fora de Americana. Temos o apoio de pesquisadores renomados, de advogados e políticos que defendem a nossa causa e que consideram a condenação dele como uma arbitrariedade. Não podem tratar o Gerladinho como um traficantezinho qualquer", disse.
Fonte: UOL

# COMPARTILHE

13 de ago de 2013

"PIRIGUETE" A GATA BORRALHEIRA DOS TEMPOS MODERNOS NUM SISTEMA DE EXCLUSÃO


Piriguetes, a beleza que a globo não deixa você ver  com o coração  
Segundo a Rede Globo de Televisão as "Piriguetes" termo pejorativo muito usado e em evidência no momento, essas só existem nas classes economicamente carentes. Costumeiramente observamos nas Tele-novelas exibidas pela Rede Globo, ate o humor apresentado é sem graça um tipo de humor preconceituoso que tem um alvo em especial que são as Mulheres Negras e Pobres, sempre apresentadas sem Dentes na condição de pedintes onde se tenta vergonhosamente mostrar a ideia  que essas jovens pedem esmolas por uma opção de vida e que adoram divertir o povo, ‪#‎preconceitobarato‬ , para mim é mais uma forma de "Estigmatizar", "Excluir" garotas menos favorecidas que mesmo tendo seus direitos garantidos por lei mesmo que simbolicamente desde o Nascituro, vivem ao DEUS dará... ‪#‎excluídas‬ e ainda tem que passar a vida sendo humilhada por uma classe ‪#‎Burguesa‬ e ‪#‎Preconceituosa‬






O mais interessante que as "Mulheres Ricas" oriundas das beneficies do Sistema quando "PIRIGUETES‬" são consideradas MULHERES DECIDIDAS, INTELIGENTES DE OPÇÕES SEXUAIS DAS MAIS VARIADAS POSSÍVEIS, QUE FAZEM SEXO COM QUEM DESEJA, POR UMA QUESTÃO DE ESCOLHA. 


















ESTIGMATIZAR PESSOAS PELAS CONDIÇÕES DE VIDA...











Agora as ‪‎meninas das periferias são um modelo conceitual já estabelecido nacionalmente, discriminadas como cachorra puta serrona vadia prostituta oferecida assanhada vagabunda ou uma cachorrinha pindaiba zoneira vaca putinha e mais outras....





BRASIL DE TODOS E SUA GLOBO DE ALGUNS...




Tenho dito,




Beto Nazário










12 de ago de 2013

ACS PM/RN NA DEFESA CONSTANTE DE SEUS POLÍCIAIS

Notícias > Jurídico da ACSPMRN visita policiais acusados

Notícias

Acs PM RN

07/08/2013 - Jurídico da ACSPMRN visita policiais acusados

   Um dia após comemorar a absolvição dos associados envolvidos na operação “Batalhão Mall”, o núcleo jurídico da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do RN, juntamente com presidente da entidade, Soldado Roberto, foram hoje à tarde no presídio militar localizado no Batalhão de Operações Policiais Especiais – BOPE, para visitarem os policiais militares acusados de suposta participação em um grupo de extermínio.
   Estiveram presentes na visita representando o núcleo jurídico da entidade os advogados doutor Paulo César, doutor Lúcio Oliveira, doutor Jonas Cortez, além do diretor jurídico da ACSPMRN sargento Miguel, os quais aproveitaram para se inteirar dos fatos junto aos militares acusados, em especial, dos associados que serão defendidos pela entidade.
   O entendimento do presidente da ACSPMRN é que “se houve uma força tarefa para prender os policiais militares, seria necessária também uma força tarefa para empreender a defesa dos acusados”, e por isso, deslocou três advogados criminalistas para acompanharem o caso de seus associados.
   Apesar da receptividade da guarda do presídio, um ponto que chamou a atenção da diretoria da entidade e dos advogados foi a dificuldade de se ter acesso aos presos que se encontravam encarcerados e o rigor na segurança existente no local, haja vista que chegou a ser exigidas procurações dos advogados para terem contato com os seus clientes, o que só foi possível no horário de visitas dos presos.
   A primeira providência dos advogados da ACSPMRN será ter acesso ao processo para verificar o que realmente existe de concreto contra os militares acusados, para em seguida pleitear a liberdade dos seus associados representados e os esclarecimentos dos fatos listados no processo.
NOTA DO SITE: O princípio da presunção da inocência (ou princípio da não-culpabilidade, segundo parte da doutrina jurídica) é um princípio jurídico de ordem constitucional, aplicado ao direito penal, que estabelece o estado de inocência como regra em relação ao acusado da prática de infração penal.
Compartilhe esta matéria!

6 de ago de 2013

FINALMENTE VERDADE PREVALECE E JUSTIÇA EXTINGUE PROCESSO CONTRA PM'S ACUSADOS DE CORRUPÇÃO

06/08/2013 18h45 - Atualizado em 06/08/2013 19h46

Justiça acatou pedido da defesa, que alegou falta de provas e vícios.
Os 17 acusados ficam em liberdade, mas Ministério Público pode recorrer.

Felipe GibsonDo G1 RN

Advogado Paulo César Costa visitou CDP de Candelária, em Natal (Foto: Maiara Cruz)
Advogado Paulo César Costa representa policiais acusados por corrupção (Foto: Maiara Cruz)



A Justiça extinguiu nesta terça-feira (6) o processo da operação Batalhão Mall, que prendeu em 2011 policiais militares e empresários envolvidos em um suposto esquema de corrupção na cidade de Assu, na região Oeste do Rio Grande do Norte. Por maioria de votos, o Conselho de Auditoria Militar, formado pelo juiz Fábio Wellington Ataíde Alves, da 11ª Vara Criminal, e por quatro membros da PM, acatou o pedido de inépcia da denúncia feito pela defesa dos réus. Com a extinção do processo, os 17 acusados foram inocentados. O Ministério Público Estadual ainda pode recorrer da decisão.

Formulada pelo MP do RN, a acusação era de que alguns oficiais e praças lotados na cidade prestavam serviços de segurança particular a empresas da região. O julgamento durou sete horas e ocorreu na sede da Justiça Militar Estadual, no 2º andar do Fórum Miguel Seabra Fagundes.

Representante de dois acusados no processo, o advogado da ACS PM/RN Paulo César Costa informou que o pedido foi baseado na falta de provas e na constatação de vícios contidos na denúncia entregue pelo Ministério Público Estadual. O processo se arrastou por dois anos desde a operação, realizada em 4 de julho de 2011. "Acreditamos que a denúncia foi muito superficial", afirma o advogado, que cita entre outros problemas, a forma como as transcrições das escutas telefônicas foram postas na denúncia, além de quebra de hierarquia militar durante as prisões da Batalhão Mall.

"O Supremo Tribunal Federal (STF) determina que a transcrição tem der integral. O MP usou uma versão resumida. Se fosse ouvida a conversa toda, a conotação poderia ser outra. Quanto a operação, consideramos que foi feita de maneira desrespeitosa e desastrosa. Muitos acusados forma presos por subordinados ", explica Paulo César Costa. O pedido de inépcia da denúncia foi feito antes do julgamento e reiterado nesta terça, quando a Justiça decidiu acatar a solicitação e extinguir o processo.

Entre os acusados representados pelo advogado estão o ex-comandante do 10º Batalhão da PM, Wellington Arcanjo de Morais e o ex-sub comandante do 10º BPM, major Carlos Alberto Gomes. Na operação foram presos doze policiais militares e três empresários, dois deles do ramo de combustíveis. Foram cumpridos 15 mandados de prisão e seis mandados de busca e apreensão nas cidades de Assu, Pendências, Paraú e Mossoró, todas na região Oeste, e Natal.

Acusações
Em nota enviada na época, o MP informava que a Batalhão Mall teve o objetivo de desarticular suposta organização criminosa responsável pelo cometimento reiterado de crimes de corrupção ativa, passiva e peculato contra a administração pública militar, por meio de negociatas com pontos bases de viaturas e vendas do serviço policial. Sobre a última acusação, o órgão ministerial especifica as vendas de escolta de transporte de valores e de vigilância 24 horas, tudo com o uso de viaturas, estrutura da PM e policiais em serviço, e também mediante apropriação de combustível extraído ilicitamente de viatura.

De acordo com o MP, os empresários pagaram R$ 3 mil aos policiais. Além das prisões, foram apreendidos pastas, recibos, HD's de computadores e galões com gasolina. A operação foi realizada após denúncias recebidas pelo Ministério Público de Assu apontando a ineficiência do trabalho da polícia no município. O órgão ministerial acrescentava que ao apurar as denúncias, ficou constatado que alguns locais da cidade e algumas empresas recebiam atenção especial por parte da PM

.

5 de ago de 2013

MARCHA DAS VADIAS, UM ATO PÚBLICO PELA LIBERDADE OU UM MANIFESTO MERAMENTE PRECONCEITUOSO CONTRA DIREITO DE ESCOLHA RELIGIOSA?

·          
·         Garantir a Minha Liberdade Não Me Dar o Direito de Ceifar a Sua.



Os tempos modernos chegaram e de maneira direta exige seu espaço contrariando o comodismo de muitos e trazendo indispensáveis mudanças. Essa Modernidade hoje sai às ruas reivindicando pragmaticamente direitos na condição de parte primordial dentro do contexto Social. Os olhos clínicos do futuro são exigentes e a forma de governo tende a ser moldada pelo povo.

Ser contra posicionamentos exigem-se sempre uma justificativa mais contundente, não basta dizer "não" e sim mostrar porque "não". O Momento é delicado, se pede uma cautela mais aprofundada, onde tenhamos o cuidado de destinar a nós mesmos os questionamentos reconhecendo nossas falhas e apontando detalhes que nos livrem do veneno de nossa própria língua, porque a segregação vem do egoísmo com um único propósito, desagregar separar valores moral, étnicos e religiosos.  




Em seus corpos escritas mostravam a contradição nas palavras de ordem

É preciso ter o cuidado de preservar e respeitar a opinião alheia, procurando agregar ideias, evitando todo tipo de imposição seja ela de cunho religioso cultural ou política. 







Estamos vivenciando dias especiais tendo a oportunidade de participarmos na construção de um futuro melhor mais justo e humanizado, de debatermos questionando e opinando sobre demandas polêmicas como o Aborto, a união homo afetiva, liberdade sexual dentre outras superando barreiras do dia a dia antes deixadas no esquecimento.

·         
imagens de santos da igreja católica foram quebradas em plena rua de copa cabana
Apesar da resistência ao novo e o incômodo da presente sombra da Tirania impiedosa de um passado bem próximo oriundos dos porões do Catolicismo, os novos tempos naturalmente mostram novos horizontes. Dormimos com o conservadorismo moral das Igrejas e acordamos com posicionamentos se não modernos, diferentes de um novo papado. 


Não podemos criticar pela história, AINDA É CEDO,  alguns fatos novos vindo de seu maior líder religioso o então "Papa Francisco" tem deixado no ar prenúncios de uma nova era junto ao Império do Vaticano, surpreendendo o mundo com questionamentos unicamente Cristãos, criticando certos paradigmas da Igreja Católica. O momento é oportuno para estabelecermos a "Tolerância" entre as mais diversas opiniões religiosas.
·           
Nada que ceife a liberdade de expressão ou crença de um povo se respalda perante o próprio povo, infelizmente durante um ato público denominado de "Marcha das Vadias” no Rio de Janeiro onde cerca de mil participantes resolveram protestar legitimamente pedindo punições mais rigorosas a todos aqueles que covardemente cometem crimes contra a mulher e contra a Liberdade. 

O ato foi dentro da Jornada Mundial da Juventude (Encontro com o Papa) nas areias da praia de Copa Cabana onde várias pessoas discriminaram ultrajaram ferindo impiedosamente a dignidade humana exercendo a Intolerância Religiosa como característica principal do movimento.

Vivemos num Estado Laico, onde a imparcialidade vigora e sustenta a não discriminação a qualquer Religião. Infelizmente presenciamos uma verdadeira guerra contra essa liberdade religiosa que é um direito comum a todos.



Algumas Centenas de pessoas que participavam  da Marcha das vadias protagonizaram cenas de sexo explicito, atentado gravíssimo ao pudor onde participantes do "MDV" totalmente despidos, usavam como tapa-sex Crucifixos e como se não bastasse o comportamento, algumas das pessoas gesticulavam encenando uma masturbação com os crucifixos maior símbolo da crença Cristã. Totalizando os absurdos continuaram quebrando imagens Religiosas, uma atitude no mínimo imoral que fere a própria luta colocando em dúvida a idoneidade do movimento  contrariando o Código Penal e a constituição Federal, atos de verdadeiro Preconceito e desrespeito.  


A Lei é para todos e a Intolerância Religiosa é Crime
Justificar atitudes criminosas usando das mesmas artimanhas  dos Tempos negros da Igreja Também chamada de Santo Ofício ou INQUISIÇÃO em hipótese alguma justifica e nos trarão algum benefício. 






Estabelecer um comportamento agressivo como forma de lutar por "Direitos" é paradoxal e no íntimo tão preconceituoso e agressor quanto nossos algozes, na verdade fica-nos a dúvida a quem confiarmos agora, esses que debocham e agridem a liberdade deveriam ser aqueles da tão sonhada "sociedade alternativa", visto que, meus heróis literalmente morreram de overdose e os "Meios para desespero de todos estão Justificando os Fins". 

       Cenas fortes de atentado ao pudor, sem nenhuma preocupação com a nossa lei foram comum na Marcha das Vadias




A nossa Liberdade acaba onde a do próximo começa, e desrespeitar essa regra, não nos deixam melhores que ninguém, e esse comportamento criminoso não pode em hipótese alguma ser o retrato de uma sociedade que exige ser valorizada enquanto ser humano.

Existe um ditado que diz: "CANTAR MODA COM UM REI NA BARRIGA", e as atitudes apelativas, tendo como forma de protesto a agressão, não pode ser referência para se pedir "Justiça",  porque assim cometemos os mesmos erros,  sendo tão carrasco, e cruel, mudando apenas o sujeito que comete a ação. 

Brigamos para garantirmos nosso espaço, numa sociedade culturalmente machista e preconceituosa, mais o espaço pleiteado, nos impõe a obrigação moral e histórica, de garantirmos esse Direito extensivos a todos. 

Não temos uma Religião oficial, temos o que chamamos de "liberdade" de culto e expressão, resguardado por lei. 

Que direito TENHO EU, se não te respeito pelo seu direito?


Ninguém estar acima da lei, os valores estão sendo distorcidos por alguns, "protestar não é agredir e levantar a bandeira por  direitos não nos dar o poder de retirar o DIREITO alheio." Todas as atitudes absurdas devem ser denunciadas por nossa justiça para que não haja impunidade e todos os crimes cometidos contra o povo e a liberdade durante a Marcha das Vadia sejam apurados e responsabilizados a quem de Direito.








A INTOLERÂNCIA é inaceitável há qualquer tempo, seja pela IGREJA nos período da Inquisição ou cometida pela "MARCHA DAS VADIAS" nos dias atuais, o que houve no Rio, foi uma atitude infeliz, literalmente criminosa e irresponsável. 






LIBERDADE AINDA QUE TARDIA...




Beto Nazário


Tenho dito

DESMILITARIZAR AS POLÍICIAS MILITAR DO BRASIL, NECESSIDADE OU VAIDADE?

Notícias > 'Não vejo problema em desmilitarizar a polícia', diz Beltrame

Notícias

Acs PM RN

03/08/2013 - 'Não vejo problema em desmilitarizar a polícia', diz Beltrame

A desmilitarização da polícia, tema central de diversos protestos por todo o Brasil, chegou à cúpula de segurança do Rio de Janeiro. O Secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, e o comandante da Polícia Militar, coronel Erir Ribeiro Costa Filho, falaram sobre o tema nesta sexta-feira (2). Em entrevista à Rádio CBN, Beltrame diz que não vê problema em desmilitarizar a polícia, embora considere que o Brasil “está muito longe disso”.
"Eu particularmente não vejo problema em desmilitarizar a polícia, embora eu ache que o Brasil está muito longe disso", disse o secretário, acrescentando que gosta do modelo de polícia chileno, que é de formação militar.
“Eu acho que isso [desmilitarização] tem que ser muito esclarecido para a população por um motivo só: você vai desmilitarizar a Polícia Militar e criar a Polícia Civil? Ou você vai desmilitarizar a Polícia Militar e criar uma outra polícia no regime Guarda Municipal? O que se quer efetivamente no sentido de desmilitarizar a Polícia Militar? São nessas questões que nós temos que ficar muito atentos”, disse ele, para em seguida questionar o termo. “Desmilitarizar, o que é desmilitarizar? Porque se for só uma questão de acabar com as patentes, o militaristmo em si, isso alguma coisa de lei faz. Ou nós vamos desmilitarizar a polícia e juntar com polícia civil e fazer uma polícia só?”, questionou.
Segundo Beltrame, é importante escolher a maneira que essa desmilitarização vai ser feita, utilizando o exemplo da polícia chilena “Nos temos países, nós temos países onde há uma polícia só, com um caráter mais ou menos militar. Então a manifestação pode pedir isso e tem que se discutir pra ver como se como fazer isso”, finalizou.
Já o coronel Erir Ribeiro, apesar de seguir a linha de Beltrame, acha que a população “não vai gostar muito” da desmilitarização. Apesar de notícias sobre a possível troca de comando da PM, Erir deixou claro que é a favor de uma “reforma” na polícia, desde que o regulamento da Polícia Militar seja mantido. “Se isso não acontecer, acho que os 16 milhões de habitantes do estado do Rio de Janeiro não vão gostar muito disso”, disse ele.
Troca de comando da PM
Beltrame também falou sobre a possibilidade de troca de comando na Polícia Militar. Segundo ele, “Há sempre essa possibilidade, mas com muita responsabilidade e critério. Temos que olhar o contexto e, visando o resultado, o contraponto”.
Ao ser perguntado em entrevista à Rádio CBN se está satisfeito com o trabalho de Erir Ribeiro Costa Filho no comando da PM, Beltrame afirmou que" nunca está satisfeito com a segurança pública". “Ainda temos que lutar muito para combater a ‘gordura criminosa’, que é um trabalho muito difícil.
P2 nas manifestações
Erir Ribeiro defendeu ainda a atuação de policiais infiltrados nas manifestações, sob o argumento da inteligência da Polícia. “A polícia do mundo inteiro age assim. “Para que a polícia possa realizar seu trabalho ostensivo, precisamos de informações”, defendeu-se ele.
Diante das novas informações no caso Amarildo, que vem sendo acompanhado de perto por Beltrame e pelo titular da Divisão de Homicídios, Rivaldo Barbosa, Erir limitou-se a dizer que “quem foi responsável irá pagar pelo que fez”.
Compartilhe esta matéria!

POEMAS DE BETO NAZÁRIO (VIVA, MIL VEZES VIVAM)

Um viva aqueles
que indigestos são seus nomes
a mesa de quem nos governam
um viva aqueles sem nome
um viva aqueles que mesmo farto
morrem de fome.

Fome de justiça,
fome de quem não come,
fome do homem
fome da mulher
Fome mesmo daqueles que não quer.

Dos que fingem estar morto,
torto...
mais torto de desgosto
um viva aqueles
um viva literalmente pra eles.

Mais quando expressar-se "VIVA...",
digamos um viva aos mortos
e aos vivos.
pois dos mortos,
tiramos o néctar da flor,
sim aquela flor do amor
QUE MESMO FRÁGIL,
suporta o mal,
e sacoleja o mundo.

E quando abalados pelos caprichos,
que ousam bater em nossas portas.
gritamos viva aos desalentos,
gritamos viva ao descontentamento,
que diante do vento,
visto que certamente
mudará o caprichoso tempo,
e ecoará mais uma vez o NOSSO VIVA.
VIVA...
MIL VEZES VIVAM...


Beto Nazário.

POR ONDE ANDA MEU PÁSSARO

Hoje enquanto dormia
sonhava
que de passos leves caminhava
quando de longe
um grande pássaro
me acompanhava.

E nas batidas de suas asas
simbolizavam
ilusões e angústias
maquiavelicamente incomodava.

Como sem nada
esse pássaro
derrepentemente
volta-se ao sol
e um açoite
ecoa no ar.

O encarnado passou a desbotar
os homens com telhados de vidros
com famintos interesses
negam-se a amar
negam-se a compartilhar.

E nas batidas das asas
do grande pássaro
me vi leve e confuso
através do seu voar
que mesmo junto
no arco-íris,
daltônico...
tive que me acostumar
é solitário o caminhar.

Vai amigo pássaro
e voa para bem longe
e quem sabe um dia
um dia quem sabe
poderemos nos encontrar.

E nas batidas de tuas asas
torna-ciei forte
o velho encarnado
como o azul do MAR.

"E TODOS OS ESTILINGUES VIRARAM SUTIS VIDRAÇAS."




Beto Nazário.

MULHER NORDESTINA HEROÍNA DESDE MENINA

Mulher

A Mulher Nordestina
heroína desde menina
apregada a mainha
como quem não quer nada
abnegada,
aprende a lidar
lidar com a vida,
com a vida lidar.

No entardecer do dia
bem mais tarde do que podia
aniquilada, mais não menos forte
à sorte fica a indagar
se um dia antes de morrer
como uma criança
vai poder brincar.

Nasce já como adulta
criada na labuta
o labor..é seu maior amor

Desperta muito cedim
cantando como um passarim
olê mulher rendeira
olê mulher rendar,
será que um dia
antes de morrer
como uma criança
vou poder brincar?

A mulher Nordestina
é mesmo uma heroína
desde de menina.

Nasce como uma planta
morre como uma flor
sem pétalas, sem rimas
dar seus frutos ao mundo
mais não desatina.

A Mulher Nordestina
desde de menina
é incansávelmente
uma verdadeira heroína...

Beto NazÁrio