Loading...

Translate

Loading...

Pages

31 de jul de 2015

DR EDIVALDO DIZ QUE FUTURO DE NISIA FLORESTA ESTÁ COMPROMETIDO PELA FALTA DE INVESTIMENTOS NA SEGURANÇA, EDUCAÇÃO E SAÚDE

Dr Edivaldo afirma: Uma cidade que não valoriza sua Educação, Saúde e Segurança Pública não pode em momento algum progredir sair do lugar, e Nísia Floresta infelizmente estagnou e passa por dias difíceis. 


Grande debate patrocinado pelo Dr Edivaldo Nascimento. Com a presença do apresentador do Patrulha Policial Ciro Robson  e o jornalista Sergio Costa junto com outras  personalidades importantes do senário político-social do RN, como a participação inovadora da própria população de Nísia Floresta. 






Vários temas foram abordados na situação, desde Saúde, Educação e Segurança Pública, a população saiu satisfeita do debate, pois nunca tinham participado de tal interação. Acharam muito importante a iniciativa do Dr Edivaldo Nascimento, assim todos nós acreditamos que decisões tomadas em conjunto com a própria população surtem maiores efeitos.

Segundo Ciro Robson apresentador da Patrulha da Cidade na TV ponta negra: Trabalhos desse tipo junto as comunidades eram pra ser frequentes em nosso Estado, o povo tem que participar e opinar por uma melhor condição de vida, haja vista que todos os investimentos em politicas publicas numa sociedade organizada tem que ter o crivo e o respaldo da própria sociedade.

Foi uma noite no minimo esclarecedora para todos, Sobre a Saúde, o Dr.Edivaldo Nascimento médico emergencista e médico do Estado deu uma aula de como se empregar um tendimento de qualidade a população de Nísia Floresta.


Dr Edivaldo Nascimento sem muitos blá blá blá explicou: "Quem quer trabalhar para o povo trabalha, visto que, é só uma questão de boa vontade, postura que não se ver nos políticos que administraram e administram nossa cidade de Nisia Floresta.

Diante dos manifestos de repúdio a atual administração de Nísia Floresta feita pela própria população nisiênce, nada mais nos restam, ha não ser acreditar no próprio POVO.

Contra fatos não possibilidade nenhuma de se encontrar argumentos...

Beto Nazário

Tenho dito.




0 comentários:

POEMAS DE BETO NAZÁRIO (VIVA, MIL VEZES VIVAM)

Um viva aqueles
que indigestos são seus nomes
a mesa de quem nos governam
um viva aqueles sem nome
um viva aqueles que mesmo farto
morrem de fome.

Fome de justiça,
fome de quem não come,
fome do homem
fome da mulher
Fome mesmo daqueles que não quer.

Dos que fingem estar morto,
torto...
mais torto de desgosto
um viva aqueles
um viva literalmente pra eles.

Mais quando expressar-se "VIVA...",
digamos um viva aos mortos
e aos vivos.
pois dos mortos,
tiramos o néctar da flor,
sim aquela flor do amor
QUE MESMO FRÁGIL,
suporta o mal,
e sacoleja o mundo.

E quando abalados pelos caprichos,
que ousam bater em nossas portas.
gritamos viva aos desalentos,
gritamos viva ao descontentamento,
que diante do vento,
visto que certamente
mudará o caprichoso tempo,
e ecoará mais uma vez o NOSSO VIVA.
VIVA...
MIL VEZES VIVAM...


Beto Nazário.

POR ONDE ANDA MEU PÁSSARO

Hoje enquanto dormia
sonhava
que de passos leves caminhava
quando de longe
um grande pássaro
me acompanhava.

E nas batidas de suas asas
simbolizavam
ilusões e angústias
maquiavelicamente incomodava.

Como sem nada
esse pássaro
derrepentemente
volta-se ao sol
e um açoite
ecoa no ar.

O encarnado passou a desbotar
os homens com telhados de vidros
com famintos interesses
negam-se a amar
negam-se a compartilhar.

E nas batidas das asas
do grande pássaro
me vi leve e confuso
através do seu voar
que mesmo junto
no arco-íris,
daltônico...
tive que me acostumar
é solitário o caminhar.

Vai amigo pássaro
e voa para bem longe
e quem sabe um dia
um dia quem sabe
poderemos nos encontrar.

E nas batidas de tuas asas
torna-ciei forte
o velho encarnado
como o azul do MAR.

"E TODOS OS ESTILINGUES VIRARAM SUTIS VIDRAÇAS."




Beto Nazário.

MULHER NORDESTINA HEROÍNA DESDE MENINA

Mulher

A Mulher Nordestina
heroína desde menina
apregada a mainha
como quem não quer nada
abnegada,
aprende a lidar
lidar com a vida,
com a vida lidar.

No entardecer do dia
bem mais tarde do que podia
aniquilada, mais não menos forte
à sorte fica a indagar
se um dia antes de morrer
como uma criança
vai poder brincar.

Nasce já como adulta
criada na labuta
o labor..é seu maior amor

Desperta muito cedim
cantando como um passarim
olê mulher rendeira
olê mulher rendar,
será que um dia
antes de morrer
como uma criança
vou poder brincar?

A mulher Nordestina
é mesmo uma heroína
desde de menina.

Nasce como uma planta
morre como uma flor
sem pétalas, sem rimas
dar seus frutos ao mundo
mais não desatina.

A Mulher Nordestina
desde de menina
é incansávelmente
uma verdadeira heroína...

Beto NazÁrio