Loading...

Translate

Loading...

Pages

22 de jul de 2015

MEU NEGRO TEM OLHOS AZUIS


 Mas...

       Verdade, são tantos os Negros marginalizados, discriminados em toda parte, por todos os cantos e recantos do Mundo que a muito nos exigem uma postura mais agressiva ao assunto. 

         Mais me digam, Marginalizados por quem? 
    A carapuça cabe ha tanta gente que fica praticamente impossível apontar culpados, pois são tantos os Negros que nos abordam nas ruas vítimas de nós mesmos que a dúvida passa a ser tamanha que esquecemos de que lado estamos. 
         Desdenhamos sua presença, sempre os tornamos invisíveis num contexto já estabelecido e encrostado.                         
      Creio que Indagar-se é o melhor caminho para tentarmos amenizar tais preconceitos.
           Estamos de qual lado?  
           Defendemos a quem?  
                    
       

Não são só os nossos negros discriminados, esses irmãos, eles estão em toda parte, tem nomes, não tem lado, tem escolhas, tem os mesmos sentimentos e angústias que hipocritamente afirmamos defender. 

Na verdade nossos negros não são afrodescendentes de escravos por vontade, eles descendem de uma Raça Humana escravizada a ferro e fogo.


A dignidade ela é um direito irrenunciável estabelecido constitucionalmente a todo ser humano sem distinção de credo, raça ou religião, mas, mesmo assim, todos nós incoerentemente escolhemos quais os negros a defendermos, uma vez que fora do nosso contexto, todos aqueles que estiverem do outro lado de nossa medíocre e ferrenha opinião serão os negros morenos, esses provenientes de nossa pseudo bomdade.
                    




 Agimos sempre na conveniência, somos aquilo que falamos de "começo meio e fim" de qualquer discriminação. Agimos como tal, temos embutida uma ideologia preconceituosa como um espinho prestes a aflorar, numa visão meramente egoísta. Infelizmente a ignomínia é nossa, todavia somos tão preconceituosos quanto aqueles que mostram ter "PRECONCEITO", mas pelo menos, eles mostram, não se escondem numa roupagem covarde como lobos em peles de cordeiros.






("...Não é só a cor que eles enojadamente discriminam...")

De que lado estamos amigos? 

Nossos Negros tem olhos azuis?

Tenho Dito,


Beto Nazário


#ContraRACISMO



0 comentários:

POEMAS DE BETO NAZÁRIO (VIVA, MIL VEZES VIVAM)

Um viva aqueles
que indigestos são seus nomes
a mesa de quem nos governam
um viva aqueles sem nome
um viva aqueles que mesmo farto
morrem de fome.

Fome de justiça,
fome de quem não come,
fome do homem
fome da mulher
Fome mesmo daqueles que não quer.

Dos que fingem estar morto,
torto...
mais torto de desgosto
um viva aqueles
um viva literalmente pra eles.

Mais quando expressar-se "VIVA...",
digamos um viva aos mortos
e aos vivos.
pois dos mortos,
tiramos o néctar da flor,
sim aquela flor do amor
QUE MESMO FRÁGIL,
suporta o mal,
e sacoleja o mundo.

E quando abalados pelos caprichos,
que ousam bater em nossas portas.
gritamos viva aos desalentos,
gritamos viva ao descontentamento,
que diante do vento,
visto que certamente
mudará o caprichoso tempo,
e ecoará mais uma vez o NOSSO VIVA.
VIVA...
MIL VEZES VIVAM...


Beto Nazário.

POR ONDE ANDA MEU PÁSSARO

Hoje enquanto dormia
sonhava
que de passos leves caminhava
quando de longe
um grande pássaro
me acompanhava.

E nas batidas de suas asas
simbolizavam
ilusões e angústias
maquiavelicamente incomodava.

Como sem nada
esse pássaro
derrepentemente
volta-se ao sol
e um açoite
ecoa no ar.

O encarnado passou a desbotar
os homens com telhados de vidros
com famintos interesses
negam-se a amar
negam-se a compartilhar.

E nas batidas das asas
do grande pássaro
me vi leve e confuso
através do seu voar
que mesmo junto
no arco-íris,
daltônico...
tive que me acostumar
é solitário o caminhar.

Vai amigo pássaro
e voa para bem longe
e quem sabe um dia
um dia quem sabe
poderemos nos encontrar.

E nas batidas de tuas asas
torna-ciei forte
o velho encarnado
como o azul do MAR.

"E TODOS OS ESTILINGUES VIRARAM SUTIS VIDRAÇAS."




Beto Nazário.

MULHER NORDESTINA HEROÍNA DESDE MENINA

Mulher

A Mulher Nordestina
heroína desde menina
apregada a mainha
como quem não quer nada
abnegada,
aprende a lidar
lidar com a vida,
com a vida lidar.

No entardecer do dia
bem mais tarde do que podia
aniquilada, mais não menos forte
à sorte fica a indagar
se um dia antes de morrer
como uma criança
vai poder brincar.

Nasce já como adulta
criada na labuta
o labor..é seu maior amor

Desperta muito cedim
cantando como um passarim
olê mulher rendeira
olê mulher rendar,
será que um dia
antes de morrer
como uma criança
vou poder brincar?

A mulher Nordestina
é mesmo uma heroína
desde de menina.

Nasce como uma planta
morre como uma flor
sem pétalas, sem rimas
dar seus frutos ao mundo
mais não desatina.

A Mulher Nordestina
desde de menina
é incansávelmente
uma verdadeira heroína...

Beto NazÁrio