Loading...

Translate

Loading...

Pages

7 de dez de 2015

IMPEACHMENT, COMO UMA INDIGESTA RECEITA DE UM BOLO

DEVEMOS COMBATER A CORRUPÇÃO COMO FORMA DE PROTESTO, E NÃO LEVANTAR BANDEIRAS PARTIDÁRIAS


Impeachment, talvez seja assim que se escreva, na verdade gostaria de começar humildemente a tecer meus comentários a partir dessa palavrinha, cuja origem e significado pode ultrajar macular, ou eternizar positivamente uma nação. 

Mas, quando tal palavra é usada de maneira errada, tendenciosa, idealizada partidariamente, essa pode trazer males irreparáveis e retirar conquistas históricas.






Como Zumbis tentam nos manipular...

Hoje essa palavra se tornou corriqueira no vocabulário de algumas pessoas, na verdade, se tornou uma meta para algumas pessoas. E diante do contexto político que estamos vivendo centenas de POLÍTICOS CORRUPTOS tentam vestissem em peles de cordeiros e desesperadamente nos manipular, e como zumbis esperam que engrossemos as fileiras da ignorância, 









A bandeira de repúdio tem que ser contra a corrupção a complacência moral, as injustiças sociais, ao feminicídio, ao racismo que segrega ha anos nossa sociedade e a tantas outras mazelas que assolam nosso pais a dezenas de centenas de anos.

Acreditamos no exercício da democracia como forma de liberdade, essa que conquistamos as duras perdas e penas.
Quando expresso Democracia, não quero falar só do direito de VOTAR, nem tão pouco do direito de se locomover por toda extensão nacional, e porque não dizer no mundo. 

Quero lembrar e mostrar de como alcançamos tais conquistas, quero manter viva a lembrança de quantas lágrimas precisaram jorrar para que essa palavra DEMOCRACIA, tão sonhada, tão desejada, sim,  passasse a vigorar no convívio do POVO.

Tudo é tão recente, o ontem tá tão próximo, que ainda mexe com nossas emoções. Vários movimentos foram desencadeados em toda parte do Brasil por milhares de homens e mulheres que acreditaram na construção desse sonho, onde graças a DEUS, hoje vivenciamos e compartilhamos dele.





Quando vejo POLÍTICOS, mal-combinados, chamando outros para saírem as ruas para salvar o Brasil, é nesse momento que me pergunto:  

Salvar o Brasil de quem?  Pois levantar a possibilidade de um Impeachment, é rasgar as páginas de luta de nossa história, e retroceder a um passado sombrio, é tentar tirar o que certamente nos é e será sempre de direito, a liberdade de escolha.


Milhares de Brasileiros saíram de seus lares para VOTAR, para credenciar o seu representante por mais quatro anos. 

E assim, fazendo uma análise mais aprofundada da situação, nesse processo democrático de direito, a única legítima nesse contexto, uma vez que representa a vontade do povo, essa vontade que nos foi ceifada por longos e sangrentos anos, ela tem um nome, a excelentíssima senhora Presidenta Dilma Russef.



Aceitar esse golpe, essa manobra desesperada de retomar o poder, é desmerecermos os Poetas, aqueles que escreveram nos muros de nosso país, que lutaram pela abertura dum regime MAIS HUMANIZADO.







Aceitar...


É desdenharmos a existência dos que deram suas vidas em pró de um sonho, e que infelizmente foram massacrados pelo REGIME MILITAR. 

É ver, e mesmo assim ignorar, versos e prosas, letras de músicas que sacudiram o Brasil em tempos de AI-5, de REPRESSÃO A LIBERDADE DE EXPRESSÃO, enfim, é morrer em vida na era do renascimento e da fé num amanhã mais feliz.

Beto Nazário, Vivo e aos vivos...


Tenho dito.



0 comentários:

POEMAS DE BETO NAZÁRIO (VIVA, MIL VEZES VIVAM)

Um viva aqueles
que indigestos são seus nomes
a mesa de quem nos governam
um viva aqueles sem nome
um viva aqueles que mesmo farto
morrem de fome.

Fome de justiça,
fome de quem não come,
fome do homem
fome da mulher
Fome mesmo daqueles que não quer.

Dos que fingem estar morto,
torto...
mais torto de desgosto
um viva aqueles
um viva literalmente pra eles.

Mais quando expressar-se "VIVA...",
digamos um viva aos mortos
e aos vivos.
pois dos mortos,
tiramos o néctar da flor,
sim aquela flor do amor
QUE MESMO FRÁGIL,
suporta o mal,
e sacoleja o mundo.

E quando abalados pelos caprichos,
que ousam bater em nossas portas.
gritamos viva aos desalentos,
gritamos viva ao descontentamento,
que diante do vento,
visto que certamente
mudará o caprichoso tempo,
e ecoará mais uma vez o NOSSO VIVA.
VIVA...
MIL VEZES VIVAM...


Beto Nazário.

POR ONDE ANDA MEU PÁSSARO

Hoje enquanto dormia
sonhava
que de passos leves caminhava
quando de longe
um grande pássaro
me acompanhava.

E nas batidas de suas asas
simbolizavam
ilusões e angústias
maquiavelicamente incomodava.

Como sem nada
esse pássaro
derrepentemente
volta-se ao sol
e um açoite
ecoa no ar.

O encarnado passou a desbotar
os homens com telhados de vidros
com famintos interesses
negam-se a amar
negam-se a compartilhar.

E nas batidas das asas
do grande pássaro
me vi leve e confuso
através do seu voar
que mesmo junto
no arco-íris,
daltônico...
tive que me acostumar
é solitário o caminhar.

Vai amigo pássaro
e voa para bem longe
e quem sabe um dia
um dia quem sabe
poderemos nos encontrar.

E nas batidas de tuas asas
torna-ciei forte
o velho encarnado
como o azul do MAR.

"E TODOS OS ESTILINGUES VIRARAM SUTIS VIDRAÇAS."




Beto Nazário.

MULHER NORDESTINA HEROÍNA DESDE MENINA

Mulher

A Mulher Nordestina
heroína desde menina
apregada a mainha
como quem não quer nada
abnegada,
aprende a lidar
lidar com a vida,
com a vida lidar.

No entardecer do dia
bem mais tarde do que podia
aniquilada, mais não menos forte
à sorte fica a indagar
se um dia antes de morrer
como uma criança
vai poder brincar.

Nasce já como adulta
criada na labuta
o labor..é seu maior amor

Desperta muito cedim
cantando como um passarim
olê mulher rendeira
olê mulher rendar,
será que um dia
antes de morrer
como uma criança
vou poder brincar?

A mulher Nordestina
é mesmo uma heroína
desde de menina.

Nasce como uma planta
morre como uma flor
sem pétalas, sem rimas
dar seus frutos ao mundo
mais não desatina.

A Mulher Nordestina
desde de menina
é incansávelmente
uma verdadeira heroína...

Beto NazÁrio